Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7392
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Análise do preço e produção de petróleo sobre o desempenho e lucratividade das empresas petrolíferas
Author(s)/Inventor(s): Carvalho Junior, Luciano Jorge de
Advisor: Bone, Rosemarie Bröker
Co-advisor: Ribeiro, Eduardo Pontual
Abstract: Até a crise financeira de 2008, as empresas petrolíferas tiveram aumentos significativos nos lucros, seguindo o boom do preço do petróleo. Este lucro tem sua origem em diversos elos da cadeia de produção, mas na Exploração e Produção, onde o produto é homogêneo e o preço é determinado pelo mercado, uma maior eficiência produtiva está associada com a redução dos custos operacionais e a expansão da produção. Assim, a influência dos preços do petróleo sobre indicadores operacionais e econômicos é sentida com maior intensidade neste segmento. Desta forma, o objetivo deste trabalho é identificar o efeito dos preços do petróleo sobre os indicadores de desempenho de grandes empresas petrolíferas. Para atingir este objetivo, dados do primeiro trimestre de 2001 ao segundo trimestre de 2008 são utilizados para estimar um modelo econométrico para a Exxon Mobil e Chevron, companhias de capital aberto, e para a Petrobras e Eni, sociedades de economia mista. A estimação do modelo proposto utiliza o método de Mínimos Quadrados Ordinários (MQO) e os resultados mostram que o preço do barril de petróleo é a variável capaz de explicar a maior parte das variações nos principais indicadores. Quando se analisa a rentabilidade, os resultados diferem entre as empresas. A principal variável para explicar a lucratividade da ENI e da Chevron é o preço do petróleo. Para a Exxon Mobil é o preço do petróleo e a produção, sugerindo a presença de economias de escala. E para a Petrobras, a rentabilidade é impulsionado pelo nível de produção, o que também indica economias de escala. Não parece ser estabelecido um padrão claro capaz de distinguir empresas de economia mista das empresas privadas no que diz respeito a sua lucratividade. Pode-se dizer que a Petrobras e a Exxon Mobil estão em melhor posição para enfrentar momentos de crise, uma vez que são menos vulneráveis à volatilidade dos preços do petróleo e compreender a sua motivação para acrescentar novas reservas em um ritmo muito superior à produção.
Keywords: Análise econométrica
Indicadores econômico-financeiros
Petrobras
Lucratividade
Empresas petrolíferas
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS
Department : Escola Politécnica
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: May-2011
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia de Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10001579.pdf345,49 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.