Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7443
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVolschan Junior, Isaac-
dc.contributor.authorRosa, Patricia de Barros-
dc.contributor.authorSchroeder, Patricia-
dc.date.accessioned2019-04-26T13:19:17Z-
dc.date.available2019-04-28T03:00:28Z-
dc.date.issued2009-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7443-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectSecagem térmica;pt_BR
dc.subjectLodo;pt_BR
dc.subjectTrasporte;pt_BR
dc.subjectBiogás;pt_BR
dc.subjectAterro sanitário;pt_BR
dc.subjectDestinação final.pt_BR
dc.titleAvaliação do impacto da implantação da secagem térmica nos custos com disposição em aterros sanitários do lodo proveniente de estações de tratamento de esgoto de uma metrópolept_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.referee1Figueiredo , Iene Christie-
dc.contributor.referee2Cantanhede , Álvaro Luiz Gonçalves-
dc.contributor.referee3Fialho , Gilberto Olympio Mota-
dc.description.resumoPerante o crescimento da população atendida por esgotamento sanitário e do conseqüente aumento da geração de lodo pelas estações de tratamento de esgotos, as companhias de saneamento das grandes cidades se encontram diante de um desafio: reduzir a quantidade de lodo, visando à otimização do seu destino final. O objetivo deste trabalho é avaliar técnica e economicamente o impacto da inclusão da secagem térmica nas etapas do gerenciamento do lodo gerado em uma região metropolitana. Buscam-se também alternativas à disposição em aterros sanitários, haja vista que a disponibilidade de área é cada vez menor e o custo cada vez mais elevado. Ainda dá-se uso ao biogás produzido na etapa de estabilização anaeróbia do lodo, que normalmente é liberado diretamente na atmosfera. Os resultados aqui obtidos mostram que, no longo prazo, a implantação da secagem térmica é uma opção relevante, apesar de seu alto custo de investimento. Além disso, a manutenção da prática atual, disposição em aterros de lodo com baixo teor de sólidos (em torno de 30%), se torna bastante onerosa, pois, devido à maior quantidade de lodo, os custos de disposição e transporte são elevados. Uma boa alternativa técnica e econômica é atribuir ao lodo uso produtivo, como o co-processamento em cimenteiras, o uso agrícola, entre outros.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10001698.pdf1,43 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.