Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7450
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLemos, Haroldo Mattos de-
dc.contributor.authorJúnior, José Silveira do Nascimento-
dc.contributor.authorGopfert, Lana Castro-
dc.date.accessioned2019-04-26T13:52:29Z-
dc.date.available2019-04-28T03:00:29Z-
dc.date.issued2010-02-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7450-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectImpactos Ambientaispt_BR
dc.subjectLinha de Transmissãopt_BR
dc.titleImpactos ambientais pela implantação da linha de transmissão 500 KV Oriximiná - Cariript_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.referee1Cantanhede, Álvaro-
dc.contributor.referee2Silva, Felipe José Giffoni da-
dc.description.resumoOs impactos ambientais causados pelos grandes projetos de desenvolvimento passaram a ter repercussão mundial e, por isso, Estado, sociedade e empresas estão cada vez mais engajados na identificação, avaliação e fiscalização desses impactos. A Linha de Transmissão Oriximiná - Cariri será implantada em meio ao Bioma Amazônico, maior reserva de diversidade biológica do mundo. A floresta Amazônica é um ecossistema auto-sustentável, ou seja, é um sistema que se mantém com seus próprios nutrientes num ciclo permanente. Existe um delicado equilíbrio nas relações das populações biológicas que são sensíveis a interferências antrópicas. Além das populações biológicas, os meios físico e socioeconômico poderão ser severamente impactados, se não tomadas as devidas preocupações. Por isso, a avaliação dos impactos ambientais que serão causados nessa região torna-se um instrumento ainda mais importante para definição da viabilidade ambiental do empreendimento. Identificou-se 23 impactos ambientais, considerados com expressiva possibilidade de ocorrência durante o planejamento, implantação e operação da Linha de Transmissão Oriximiná – Cariri. Deste total, três impactos estão relacionados a benefícios gerados pelo empreendimento, sendo classificados como positivos. Os demais 20 impactos foram classificados como negativos e vinculados a adversidades do empreendimento, considerando a complexidade da Região Amazônica. Os impactos de significância considerada muito grande são três, quais sejam: (a) implantação - Fragmentação de Áreas de Vegetação Florestal Nativa e (b) operação - Melhoria no Fornecimento de Energia Elétrica e Fragmentação de Áreas de Vegetação Florestal Nativa. Deste modo, o principal benefício do empreendimento se contrapõe à fragmentação das florestas atravessadas pela linha de transmissão. Neste trabalho, chegou-se a conclusão que o empreendimento em estudo é ambientalmente viável.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10001740.pdf1.98 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.