Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7470
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRovere, Emilio Lèbre La-
dc.contributor.authorRoza, Felipe Costa-
dc.contributor.authorFreitas, Livia Silva-
dc.date.accessioned2019-04-26T16:55:35Z-
dc.date.available2019-04-28T03:00:29Z-
dc.date.issued2010-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7470-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectBiodieselpt_BR
dc.subjectPetrodieselpt_BR
dc.titleBalanço das emissões de gases do efeito estufa (GEE) na cadeia completa de produção do biodiesel de sojapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.referee1Lemos, Haroldo Mattos de-
dc.contributor.referee2Schaffel, Silvia Blajberg-
dc.description.resumoO Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel (PNPB) insere um biocombustível proveniente de óleos vegetais e/ou gordura animal na matriz energética brasileira contribuindo para diversificação da mesma, ao mesmo tempo em que reduz a dependência externa do petróleo. O objetivo principal do PNPB é a produção e uso do biodiesel de forma sustentável, com foco ambiental, técnico, econômico e ainda social. Em uma análise da realidade atual percebe-se que esse objetivo não está sendo atingido, uma vez que a principal matéria prima utilizada é a soja produzida por grandes produtores. Com a substituição de um combustível fóssil por um combustível de origem renovável, teoricamente, as emissão de gases de efeito estufa são reduzidas. Isso geralmente ocorre, pois a biomassa captura parte do carbono emitido em todo o ciclo de produção em seu crescimento. Porém nota-se uma expansão da fronteira agrícola, com a conversão do uso do solo, o que resulta em emissões de GEE gerando a necessidade por estudos e inventários relacionando estas emissões. Para realizar um balanço das emissões, é necessário levantar a contribuição de cada parte da cadeia de produção do biodiesel para poder compará-lo ao petrodiesel. Neste trabalho, após a análise de quatro cenários utilizando uma abordagem de balanço de massa e balanço econômico, conclui-se que a produção de biodiesel a partir da soja é vantajosa quando o cultivo dessa oleaginosa é feito em plantações já existentes ou em áreas degradadas. Quando a conversão do uso do solo é necessária para o cultivo de novas áreas de soja, a produção de biodiesel não apresenta vantagem frente ao petrodiesel.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10001803.pdf3.14 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.