Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7499
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorLizarralde, Fernando César-
dc.contributor.authorFilho, Benito Fontes Monteiro-
dc.date.accessioned2019-04-26T18:20:33Z-
dc.date.available2019-04-28T03:00:29Z-
dc.date.issued2009-02-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7499-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCalibração de robôpt_BR
dc.subjectplanejamento de trajetóriapt_BR
dc.titleCalibração e replanejamento de tarefas para um robô industrial em ambientes hostispt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorCo1Leite, Antônio Candea-
dc.description.resumoEm sistemas robóticos avançados, capazes de operar em lugares hostis e de difícil acesso, o planejamento de uma trajetória de referência geralmente é realizado na superfície ou em um ambiente seguro e estruturado. Entretanto, quando a célula robótica é inserida no ambiente de trabalho pode apresentar incertezas em sua localização absoluta em relação à localização original adotada, caracterizando-se em um problema de replanejamento de trajetória. Neste contexto, o replanejamento pode ser realizado a partir da estimativa do erro de configuração (posição e orientação) entre as localizações já citadas, utilizando algoritmos de calibração, bem como a trajetória ideal previamente planejada.A calibração é uma atividade essencial quando é necessário utilizar um sistema robótico para operar em ambientes remotos, como é o caso de aplicações submarinas em águas profundas. De fato, mesmo que a geometria do espaço de trabalho seja previamente conhecida, deve-se determinar a configuração do robô com respeito à estrutura submarina de interesse, a fim de permitir a execução de tarefas sobre a mesma com eficiência e precisão. Entretanto, em ambientes remotos pouco estruturados é difícil instalar dispositivos de medição externos ao robô, sobretudo em águas profundas. Então, a calibração deve, preferencialmente, ser realizada apenas com os sensores do próprio robô. Este problema não é de solução simples e tem sido objeto de pesquisa na área da robótica. Neste trabalho, considera-se o problema de calibração remota e replanejamento de trajetórias para um robô industrial. Um método de calibração é apresentado para estimar a incerteza na configuração do robô a partir de uma grade de calibração conhecida usando sensores internos (encoders ou resolvers) e externos (câmeras). Resultados de simulação, obtidos a partir do modelo matemático de um robô manipulador de 6 graus de liberdade, ilustram a viabilidade do esquema de controle proposto. Uma ferramenta de realidade virtual será desenvolvida para visualizar e simular em laboratório a execução e o planejamento de tarefas em ambientes hostis.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Eletrônica e de Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10002020.pdf1,51 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.