Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7862
Type: Dissertação
Title: Corpo de prova termocromático para verificar área de radiação eficaz em ultrassom fisioterapêutico
Author(s)/Inventor(s): Coelho, Karen de Almeida
Advisor: Pereira, Wagner Coelho de Albuquerque
Co-advisor: Von Krüger, Marco Antonio
Abstract: O ultrassom fisioterapêutico atualmente é amplamente utilizado no tratamento de diversos quadros clínicos. Porém, para a utilização correta e segura destes equipamentos, a relação intensidade nominal versus intensidade verdadeira deve ser conhecida para que se possa promover um tratamento adequado e seguro. Para tanto é preciso que os parâmetros área de radiação eficaz (ERA) e a potência de saída dos transdutores sejam conhecidos. A determinação da ERA segundo a norma é um procedimento especializado e não facilmente disponível e a medição da potência de saída requer uma balança de radiação. Assim, corpos de prova com materiais termocromáticos tem sido desenvolvidos como uma forma qualitativa e de baixo custo para avaliação da ERA com objetivo de verificar a relação quantitativa entre a área aquecida do corpo de prova termocromático e a área de radiação eficaz (ERA) real de transdutores de ultrassom aplicados a fisioterapia, foi utilizado o protocolo desenvolvido por Costa (2015), utilizando os próprios equipamentos para excitar os transdutores durante a coleta de imagens do corpo de prova. Foram obtidas relações lineares e quantitativas, mostrando que é possível estimar a ERA através da mancha termocromática. Isto possibilita também a verificação periódica dos equipamentos utilizando os materiais termocromáticos propostos, podendo observar variações na ERA e existência de pontos quentes nos transdutores.
Abstract: Nowadays physiotherapeutic ultrasound is largely used to treat different clinical conditions. However to the safety use of the equipment, the nominal intensity versus measured intensity curve must be known, and, thus, the effective radiation area (ERA) and output power need to be known. The ERA determination according to Norm is a specialized procedure not easily available, thus while the power output of transducers require radiation force balances. Test-objects made with thermochromic materials have been developed as a low cost option with the objective of verifying the quantitative relation between the heated area of thermochromic test-object and the ERA of ultrasound transducers applied to physiotherapy. The protocol developed by Costa (2015) was used, with the physiotherapeutic equipment exciting the transducers during data acquisition in the test-objects. Linear and quantitative relationships were obtained, showing that it is possible to estimate the ERA from the thermal spot. It also opens the possibility of periodic verification of devices using the proposed thermochromic test-objects, observing ERA variations and hot spots on the transducers.
Keywords: Engenharia biomédica
Área de radiação eficaz (ERA)
Corpo de prova termocromático
Ultrassom fisioterapêutico
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA BIOMEDICA
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Biomédica
Department : Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Nov-2017
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/7862
Appears in Collections:Engenharia Biomédica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
865157.pdf912,28 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.