Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7902
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorBastian, Fernando Luiz-
dc.contributor.authorFerreira, Daniel Barboza-
dc.date.accessioned2019-05-13T13:34:58Z-
dc.date.available2019-05-15T03:00:25Z-
dc.date.issued2010-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7902-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMateriais compósitos;pt_BR
dc.subjectEnrolamento filamentar;pt_BR
dc.subjectMétodo de elementos finitos;pt_BR
dc.subjectTubos em flexão;pt_BR
dc.subjectMEF;pt_BR
dc.subjectMomento;pt_BR
dc.subjectCurvaturapt_BR
dc.titleEstudo numérico do comportamento em flexão de tubos fabricados em material compósito através da técnica de enrolamento filamentarpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorCo1Antoun Netto, Theodoro-
dc.contributor.referee1Pontes, José da Rocha Miranda-
dc.description.resumoA utilização de aços de grau API acima do X70 se torna cada vez mais dramática, a partir do momento que estes aços possuem sérios problemas relativos à sua soldabilidade e tenacidade à fratura, de modo que têm sua confiabilidade reduzida. Materiais compósitos têm sido usados como reparo, mas não como material de fabricação ou de reforço estrutural. Apresentam a grande vantagem de possibilitarem o projeto de suas propriedades, como não ocorre com nenhuma outra classe de materiais. Sabidamente, estes materiais apresentam ótimas propriedades mecânicas específicas, o que pode propiciar grandes reduções de peso nas estruturas. As restrições quanto ao peso estrutural são marcantes quando se trata da fabricação de risers. Os métodos mais importantes de lançamento de risers, como o método de Reel-Lay, S-Lay e J-Lay envolvem expressivas deformações por flexão no processo. Sendo assim, é fundamental avaliar o comportamento em flexão de tubos compósitos. O presente trabalho foi conduzido através do uso do método de elementos finitos para a avaliação do comportamento de tubos compósitos fabricados pela técnica de enrolamento filamentar submetidos à flexão. Para tal, foi utilizado o software Abaqus. O material utilizado é um compósito de resina epóxi e fibra de vidro do tipo S2. Foram obtidas curvas de Momento X Curvatura para quatro espessuras diferentes e seis ângulos de enrolamento das camadas helicoidais. A falha dos tubos foi analisada.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia de Materiais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10003448.pdf5.08 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.