Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7983
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMarta Eloísa, Medeiros-
dc.contributor.authorGrigorovski Júnior, José Maurício Aldighieri-
dc.date.accessioned2019-05-20T16:29:00Z-
dc.date.available2019-05-22T03:00:37Z-
dc.date.issued2019-02-01-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/7983-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectVulcanpt_BR
dc.subjectAdsorção de corantespt_BR
dc.subjectFotocatálisept_BR
dc.subjectReação FotoFentonpt_BR
dc.subjectCompósitopt_BR
dc.titleSíntese e caracterização de compósitos magnéticos para serem utilizados como fotocatalisadores na degradação de corantespt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5269536079972055pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1637526831920669pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Garrido, Francisco Manoel dos Santos-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5214082033930994pt_BR
dc.description.resumoUm dos principais problemas das indústrias têxteis está associado ao descarte de rejeitos contendo resíduos de corantes sintéticos. A remoção desses corantes pode ser realizada pelo método da adsorção utilizando materiais com elevada capacidade adsortiva. Entretanto, a separação do corante adsorvido do meio é um processo difícil. Dessa forma, preparar óxidos magnéticos, como o γ-Fe2O3, seria uma interessante escolha que permitiria essa separação. A decomposição térmica de precursores como oxalatos e tartaratos é uma rota interessante para se preparar esses materiais. Quando aquecidos a 300°C, tanto o oxalato de ferro (II) quanto o tartarato de ferro (II) geram γ-óxido de ferro (III), que apresenta a propriedade magnética. Deste modo, neste trabalho, sintetizamos compósitos com diversas razões m/m Vulcan/γFe2O3 pelo método do precursor, calcinando a mistura mecânica Vulcan/precursor por 2h em cadinho de porcelana, ao ar e, caracterizamos os compósitos pelas técnicas de espectroscopia vibracional na região do infravermelho (IV) e difração de raios-X (DRX). Os compósitos sintetizados na razão 1:1 de Vulcan/ γ-Fe2O3 com os diferentes precursores foram selecionados para realizar testes de adsorção com o corante azul de metileno (AM) e avaliados pelo Índice de Azul de Metileno (IAM). O IAM alcançado dos compósitos sintetizados em apenas 10 min de adsorção superam o IAM de vários materiais mais adsortivos da literatura para este fim. Testamos, também, a possibilidade de regenerar os compósitos que chegaram ao limite de saturação por reações tipo-Fenton ou foto-Fenton, utilizando tratamento com H2O2 e luz (do sol/ de lâmpada comercial) e, pudemos observar que o corante é eficientemente degradado fotocataliticamente após o tratamento, uma vez que o compósito volta a adsorver novamente o azul de metileno.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA INORGANICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
José Maurício Aldighieri Grigorovski Júnior.pdf605.26 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.