Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/7985
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Avaliação da disponibilidade de metais em resíduos de lâmpadas fluorescentes utilizando esquema de extração sequencial
Author(s)/Inventor(s): Farias, Camila Vicente de
Advisor: Pontes, Fernanda Veronesi Marinho
Co-advisor: Paulino, Jéssica Frontino
Abstract: Nos últimos anos o uso de lâmpadas fluorescentes (LF) tem aumentado significativamente no Brasil. Existe uma crescente preocupação com o descarte das LF, pois em sua composição estão presentes elementos potencialmente tóxicos ao meio ambiente. Na camada fosforosa das LF encontram-se vários metais como chumbo e manganês. A concentração total de um elemento não fornece informação suficiente sobre a disponibilidade e a toxicidade para o meio ambiente, pois esta avaliação depende da forma química específica no qual o metal se encontra ou na forma em que este está ligado. Os esquemas de extrações sequenciais, do inglês sequential extractions schemes (SES) possibilitam que as formas extraíveis dos metais sejam determinadas, sendo uma excelente ferramenta para prever a longo prazo a disponibilidade desses elementos e os riscos de contaminação ao meio ambiente. O presente trabalho apresenta um estudo sobre a disponibilidade de metais potencialmente tóxicos em resíduos de LF através do emprego do esquema de extração sequencial proposto por Tessier (1979) e quantificação pela técnica de espectrometria de absorção atômica com chama (FAAS). O resíduo de LF foi também submetido a um procedimento de digestão ácida para a determinação da concentração total dos elementos. Considerando as concentrações de cada elemento, as frações sequencialmente extraídas podem ser ordenadas por: Cobre (ácido fraco> oxidante> residual> redutor >> trocável); Chumbo (residual >> redutor > ácido fraco > oxidante>trocável); Zinco (ácido fraco> oxidante> residual > redutor >> trocável); Cádmio (oxidante> residual ≈ redutor > ácido fraco > trocável); Níquel (redutor> ácido fraco > residual > oxidante >> trocável) e Manganês (residual > oxidante> redutor > ácido fraco > trocável). Dentre os seis elementos analisados, cobre, zinco, níquel e cádmio demonstraram maior mobilidade e disponibilidade para serem extraídos em condições naturais no solo, enquanto chumbo e manganês necessitam de condições mais drásticas para serem mobilizados, porém a quantidade extraída desses elementos nas fases que simulam condições ambientais já foi significativa e seu impacto ambiental não pode ser desconsiderado. O somatório das frações para cada elemento foi comparado com a concentração total obtida a partir da digestão. Todos os elementos estudados obtiveram recuperações satisfatórias (75-125%). Os resultados obtidos mostram a importância do descarte adequado do resíduo de LF não só para mercúrio, elemento com potencial toxicidade e motivo de preocupação primária sobre os resíduos de LF, mas também para outros metais potencialmente tóxicos ao solo, considerando sua disponibilidade para contaminação.
Keywords: Metais
Resíduos
Extração sequencial
Lâmpadas fluorescentes
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICA::QUIMICA ANALITICA
Department : Instituto de Química
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 13-Jul-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Camila Vicente de Farias.pdf740,64 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.