Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9240
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorCampos, Roberta Dias-
dc.contributor.authorCasotti, Letícia Moreira-
dc.contributor.authorMendonça, Fabrício Molica de-
dc.date.accessioned2019-08-29T14:37:05Z-
dc.date.available2019-08-31T03:00:24Z-
dc.date.issued2017-12-
dc.identifier.issn1676-9783pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/9240-
dc.description.abstractSome authors discuss the intimate relationship between the automobile and its expressive function of the masculine gender condition. On the other hand, media often refer to the researches on the increasing importance of women in the decision process of buying the family car. The category of automobiles projects a favorable space to discuss the encounter of practices and meanings of consumption for men and women, which, when invested in the same product, generate a turbulent and enriching scenario. The objective of this work was to investigate the construction of consumer practices and narratives in a gender litigation area, where men and women adopt the same market as a resource for formatting their particular and opposing gender identities. We conducted in-depth interviews (RJ and MG) and discussion groups with men and women. With this paper, we propose the concept of gender arenas, defined as the space of consumption that presents specific identity marks, offering a new layer of interpretation of the gender issue, in the encounter between object and individual. The construction of gender identities adopt symbolic and material resources, but they unfold in spaces that filter and redefine these messages.en
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Estadual de Maringápt_BR
dc.relation.ispartofRIMAR Revista Interdisciplinar de Marketingpt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectIdentidade de gêneropt_BR
dc.subjectAutomóveispt_BR
dc.subjectConsumopt_BR
dc.subjectGender identifyen
dc.subjectAutomobilesen
dc.subjectConsumptionen
dc.titleAtravessando sinais fechados: negociações de gênero no consumo brasileiro de automóveispt_BR
dc.title.alternativeCrossing red lights: gender negotiations in Brazilian automobile consumptionen
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoSe por um lado, autores discutem a relação íntima entre o automóvel e sua função expressiva na condição masculina de gênero, por outro, é frequente a publicação na mídia de pesquisas que apontam a crescente importância da mulher no processo de decisão de compra do automóvel familiar. A categoria de automóveis projeta um espaço favorável para discutir o encontro de práticas e significações de consumo masculinas e femininas, que, ao serem investidas sobre o mesmo produto, geram um cenário turbulento e enriquecedor. O objetivo deste trabalho foi investigar a construção de práticas e narrativas de consumo em espaço de litígio de gênero, onde homens e mulheres adotam o mesmo mercado como recurso para a formatação de suas identidades de gênero particulares e opostas. Foram realizadas entrevistas em profundidade (RJ e MG) e grupos de discussão com homens e mulheres. Propomos o conceito de arena de gênero, definido como o espaço de consumo, que apresenta marcações identitárias específicas, oferecendo uma nova camada de interpretação da questão de gênero, no encontro entre objeto e indivíduo. A construção de identidades de gênero adotam recursos simbólicos e materiais, mas se desenrolam em espaços que filtram e redefinem essas mensagens.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto COPPEAD de Administraçãopt_BR
dc.publisher.initialsUEMpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAOpt_BR
dc.citation.volume7pt_BR
dc.citation.issue2pt_BR
dc.citation.spage194pt_BR
dc.citation.epage207pt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Ciências Sociais Aplicadas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Atravessando sinais fechados-min.pdf129,83 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.