Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/9367
Type: Trabalho de conclusão de especialização
Title: Gravimetria e exploração de petróleo na Bacia de Santos
Author(s)/Inventor(s): Araújo, Rafael Luís de
Advisor: Rocha, Paula Lucia Ferrucio da
Co-advisor: Almeida, Leonardo Fonseca Borghi de
Co-advisor: Gomes, Álvaro Lúcio de Oliveira
Abstract: A bacia de Santos é uma das maiores bacias sedimentares do Brasil. Ele é uma bacia de margem passiva oriunda da separação do Godwana ocorrida no Neocomiano. No que diz respeito à exploração de hidrocarbonetos, a abacia de Santos é sub-explorada, uma vez que seu potencial petrolífero é grande e há poucos poços produtores em atividade e poucas pesquisas exploratórias, se comparada com a bacia de Campos ou com outras áreas petrolíferas do mundo. Por suas características, a bacia tem um elevado potencial na produção de gás, estando em foco das atenções do governo brasileiro, da ANP e das empresas produtoras de petróleo. O método gravimétrico é bastante útil nos estudos geofísicos e geológicos da subsuperfície. Ele é baseado na teoria da gravidade e após todo o processo de aquisição, processamento e interpretação dos dados, é possível a identificação de anomalias gravimétricas que contam muito sobre a estrutura geológica de uma área. A gravimetria é usada, normalmente, para uma primeira análise de uma região de interesse petrolífero e, caso haja boas perspectivas, o uso de outras técnicas geofísicas com melhor resolução é recomendado. Em dois estudos do caso envolvendo a gravimetria, vê-se que De Mio (2005) utilizou o método gravimétrico paralelamente a outros métodos geofísicos para modelar a crosta terrestre em algumas linhas da bacia de Santos. Yalamanchili e Neuwenhuise (2002) fizeram uso da gravimetria e magnetometria para mapear estruturas com grandes massas de sal e rochas vulcânicas e melhorar o planejamento de levantamentos sísmicos.
Abstract: The Santos basin is one of the biggest sedimentary basins in Brazil. It's a passive margin basin that derives from the Gondwana separation occured in the Neocomian. In respect to the hydrocarbons exploration, the Santos basin is underexplorated, once its petrolific potential is great and there are few producing drills and few exploratory research, if compared to the Campos basin and others petrolific areas around the world. Because of its carachteristics, the basin has and elevated potential in gas production, being in the core of concerns of the brazilian government, ANP and all companies. The gravimetric method is very useful in geophysical and geological studies of the undersurface. It's based in the theory of gravity and after all the process of aquiring, processing and interpretation of data, it's possible to identify gravimetric anomalies that tells a lot about the geology of an area. The gravimetry is used, normally, to a first analysis of a petrolific region of interest and, in case of a good perspective, the use of others techniques are recomended. In two cases involving gravimetry, it's seen that De Mio (2005) used the gravimetric method parallel to others geophysical methods to modelate the crust in some lines of the Santos basin. Yalamanchili and Neuwenhuise (2002) did used the gravimetry and the magnetics to map structures with large salt and volcanic masses and improve the seismic surveys planning.
Keywords: Bacia de Santos
Método gravimétrico
Petróleo
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOFISICA
Program: Programa de Pós-Graduação em Geologia
Department : Instituto de Geociências
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Mar-2007
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Geofísica do Petróleo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARAUJO, R.L.pdf29,47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.