Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1024
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Das cavernas pré-históricas à comunicação eletrônica: os registros pictográficos e a produção de sentidos memorialísticos
Autor(es)/Inventor(es): Vanderlei, Vania Lúcia Amaral
Orientador: Oliveira, Antonio José Barbosa de
Coorientador: Guedes, Vânia Lisbôa da Silveira
Resumo: Analisa comparativamente a produção de sentido em registros pictográficos e na comunicação eletrônica em redes sociais. Tem como objetivo principal ratificar indicadores, obtidos em pesquisas realizadas com os temas informação e tecnologia, que apontam o uso intensivo das redes sociais para divulgar ideias e conceitos. Essa forma de compartilhamento de informações tem alcance maior do que os canais tradicionais como jornais, televisão e até publicações científicas. Como objeto de estudo, as imagens registradas na rede de relacionamento Facebook serão analisadas conforme conceitos ligados à informação, sobretudo na área da Semiótica. Nesse contexto, serão apresentadas também semelhanças entre as imagens primitivas e as imagens postadas atualmente nas redes sociais, com o propósito de verificação de como o conteúdo das imagens veiculadas em postagens está sendo transformado em conhecimento pelas pessoas.
Palavras-chave: Memória
Informação
Imagem
Redes sociais
Facebook
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::CIENCIA DA INFORMACAO::BIBLIOTECONOMIA
Departamento: Faculdade de Administração e Ciências Contábeis
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 9-Dez-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/1024
Aparece nas coleções:Biblioteconomia e Gestão de Unidades de Informação

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
VLAVanderlei.pdf2,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.