Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1307
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O feminino em Tereza Batista cansada de guerra: como o mito heroico é construído na obra de Jorge Amado
Autor(es)/Inventor(es): Trindade, Benedito Leonel
Orientador: Nolasco, Sócrates Alvares
Resumo: Analisa como o mito heroico construído é capaz de fomentar pensamentos fixos e negar possibilidades. A teoria queer tem como intenção rever os conceitos e trazer à tona novas realidades que antes excluídas, não cabiam ao direcionamento desses mitos que até hoje são vistos como marcos societários. Para ilustrar essa falácia com que o mito molda de maneira compulsória a produção de conteúdo, a intenção é trazer a personagem amadiana de Tereza Batista como exemplo de performance distinta de heroína ao atribuído pelo monomito às mulheres e minorias.
Palavras-chave: Tereza Batista
Performance
Representação
Feminino
Sexualidade
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDA
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 8-Mar-2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: TRINDADE, Benedito Leonel. O feminino em Tereza Batista cansada de guerra: como o mito heroico é construído na obra de Jorge Amado. 2015. 59 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.
URI: http://hdl.handle.net/11422/1307
Aparece nas coleções:Comunicação - Publicidade

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BTrindade.pdf494,65 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.