Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1787
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O desenvolvimento da indústria coreana e brasileira e o desdobramento pós 2º choque do petróleo
Autor(es)/Inventor(es): Weissheimer, Pedro Heitor Caldas
Orientador: Bastos, Carlos Pinkusfeld Monteiro
Resumo: Brasil e a Coréia do Sul são países com algumas características semelhantes: obtiveram tardia independência de seus impérios coloniais, empreenderam processos de industrialização tardia no século XX, passaram por governos ditatoriais em parte de suas historia e até o terceiro quartil do século passado tiveram um desenvolvimento parecido, com o Brasil, até ligeiramente, avançando mais que a Coréia no início desse período. No entanto, a partir da década de 1980 nosso país se descolou da trajetória de crescimento vivenciada ao longo das décadas anteriores e amargou ao longo de 1980 e 10 uma estagnação econômica severa, diferentemente do caminho percorrido pela Coréia, que já na primeira metade da década de 1980 retomou o crescimento. Apesar de duas décadas de baixo crescimento, no que poderia se chamar de décadas perdidas não fosse a redemocratização e o controle da inflação conquistado nos anos 1990, os anos 1970 não foram menos conturbados, com os choques do petróleo em 1973 e 1979. O II PND em 1974 tinha como objetivo diminuir a restrição estrutural e externa ao crescimento da economia brasileira através de novos investimentos em infraestrutura, bens de produção (capital e insumo), energia e exportação, mas foi implementado numa conjuntura interna e externa bastante conturbadas. A Coréia do Sul, também sofreu nos anos 1970 os efeitos da crise do petróleo que atingiu todo o mundo acrescido ao fato do país vir de uma trajetória de endividamento por conta dos altos investimentos realizados nos anos anteriores. Isto ocorreu , em particular, devido ao terceiro (1972-1976) e o quarto (1977-1981) plano quinquenais com os objetivos de fortalecer as indústrias siderúrgica, petroquímica, de minerais não-metálicos, de bens de capital, automobilística e a infraestrutura no país seguia em curso e já dava resultados nas exportações, outro ponto importante de tais políticas.
Palavras-chave: Industrialização
Crescimento econômico
Desenvolvimento industrial
Coréia
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Mar-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/1787
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PHCWeissheimer.pdf665,74 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.