Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/1908
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Setor têxtil no Brasil – panorâma recente e concorrência
Autor(es)/Inventor(es): Alves, Thiago Caporali Pinho
Orientador: Hasenclever, Lia
Resumo: Analisa o panorama atual da cadeia têxtil e de vestuário no Brasil. O desempenho recente do setor tem apresentado dados que indicam uma retração na produção industrial e diminuição considerável da participação do setor no Produto Interno Bruto nacional, enquanto o varejo têxtil e de vestuário aumentam suas vendas para níveis recordes nos últimos anos. Primeiramente, apresenta-se a estrutura da cadeia têxtil e de confecção, passando por uma análise de cada segmento da cadeia, da produção de algodão ao varejo, analisando dados das instituições relevantes do setor, além de dados macroeconômicos, para apresentar uma explicação para a situação recente dos diferentes segmentos que apresentam dados discrepantes, tanto com relação ao histórico do país como entre si. Em seguida, os acordos de comércio são analisados, em conjunto com seus impactos na balança comercial do setor. Os pontos que levaram a situação atual afetaram a competitividade da produção nacional e impactaram de maneira diferente os segmentos dentro da cadeia têxtil e de confecção. Estes pontos serão analisados juntamente com os cenários e as demandas apresentadas pelas instituições representativas dos diferentes segmentos dentro do setor têxtil. Por fim, realiza-se uma análise da concorrência entre os segmentos da cadeia, sob a ótica das forças competitivas de Porter, e com as importações, provenientes em grande parte do sudeste asiático. Os resultados obtidos apontam para uma retração dos segmentos industriais da cadeia têxtil e de confecção, enquanto o varejo têxtil apresenta dados de crescimento acentuado. Os indicadores que afetam a demanda de consumidores finais por produtos têxteis e de vestuário no pais mostram dados positivos e o aumento da demanda pode ser comprovado com o aumento nas vendas destes artigos. Este contraste indica que o aumento das vendas para os consumidores brasileiros tem sido supridas por fornecedores externos. Esta hipótese pode ser confirmada pelos dados relativos a balança comercial negativa do setor, que aponta grande aumento no volume das importações. A opção por produtos importados por parte dos varejistas do país em detrimento do produto da indústria nacional evidencia a queda de competitividade dos segmentos industriais do setor têxtil.
Palavras-chave: Balança comercial
Produto interno bruto
Vestuário
Indústria têxtil
Produção industrial
Competitividade
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Ago-2012
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/1908
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
TCPAlves.pdf1,5 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.