Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2118
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Revista Ampi: um website colaborativo sobre música
Autor(es)/Inventor(es): Lohmann, Augusto de Freitas
Machado, Mariana Martins
Orientador: Haguenauer, Cristina
Resumo: Apresenta a proposta de reconstrução da Revista Ampi, um website colaborativo voltado para a música. O projeto iniciado em 2005 agora apresenta novo conceito e novo modelo com espaço para a construção de notícias de forma colaborativa, seguindo os novos paradigmas trazidos pela web 2.0. No processo de desenvolvimento do projeto experimental, serão abordadas tanto as questões práticas e técnicas do desenvolvimento de um website colaborativo, quanto as questões teóricas relacionadas com essa realização. A idéia é obter como resultado final deste relatório o projeto de uma nova estrutura para a arquitetura da informação do site, de forma a adequar o projeto original, construído em 2005, com os conceitos e recursos da web 2.0 e os novos padrões de jornalismo na Internet.
Palavras-chave: Universidade
Jornalismo digital
Jornalismo colaborativo
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 23-Set-2009
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: LOHMANN, Augusto de Freitas; MACHADO, Mariana Martins. Revista Ampi: um website colaborativo sobre música. 2009. 86 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2009.
URI: http://hdl.handle.net/11422/2118
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
AFLohmann.pdf2,22 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.