Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2351
Tipo: Relatório
Título: Recent activism initiatives in Brazil
Autor(es)/Inventor(es): Vargas, Luiz Henrique Fernandes
Bortolon, Patrícia Maria
Barros, Lucas Ayres Barreira de Campos
Leal, Ricardo Pereira Câmara
Resumo: Esta pesquisa oferece um panorama do ativismo dos acionistas no Brasil, envolvendo o mapeamento das diversas evidências de ativismo, a construção de um índice de ativismo e uma análise preliminar relacionando o índice de ativismo com características corporativas. A amostra contém 195 empresas listadas na BM&FBovespa e observadas nos anos de 2008, 2010 e 2012. As fontes dos dados são as atas de assembleias ordinárias e extraordinárias, os processos abertos junto à CVM e as notícias veiculadas na mídia especializada. Documenta-se o crescimento do índice de ativismo médio no período amostral e apenas 8 empresas não registraram nenhum evento de ativismo. Entretanto, os itens que compõem o índice não evoluem homogeneamente, registrandose estabilidade ou decréscimo em alguns casos. Os indicadores com maior taxa de crescimento no período são: apresentação de propostas em assembleias por minoritários; solicitação de voto múltiplo; e o número de notícias na imprensa relacionadas ao tema. Análises preliminares de caráter não-inferencial documentam que evidências de ativismo são mais frequentes em: empresas de maior porte; com muitos acionistas; com práticas de governança corporativa inferiores; e de controle estatal.
Resumo : This study offers an overview of shareholder activism in Brazil through the mapping of various types and examples of activism, the construction of an activism index and an analysis relating the activism index to corporate characteristics. The sample contains 195 companies listed on the Brazilian stock exchange and observed in 2008, 2010 and 2012. The data sources are the minutes of ordinary and extraordinary shareholder meetings, complaints filed with the securities commission and news articles published in a daily business newspaper. The study documents the increase in the average activism index during the period, with only eight companies failing to register any type of activism event. However, the items comprising the index did not develop in a homogeneous fashion, with some remaining stable while others decline. The indicators with the highest rates of growth during the period were: minority presentation of proposals at shareholder meetings; cumulative voting requests to elect directors; and the number of news articles related to the topic. Non-inferential analyses document that evidence of activism is more often found in: larger companies; those with many shareholders; with inferior corporate governance practices; and controlled by the state.
Palavras-chave: Governança corporativa
Investidor institucional
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ADMINISTRACAO::ADMINISTRACAO DE EMPRESAS
Departamento: Instituto COPPEAD de Administração
In: Relatórios Coppead
Número: 432
Data de publicação: 21-Jun-2017
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: eng
Tipo de acesso: Acesso Aberto
ISBN: 9788575081198
ISSN: 1518-3335
URI: http://hdl.handle.net/11422/2351
Aparece nas coleções:Relatórios Técnicos e de Pesquisa

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
432.pdf604,22 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.