Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2404
Tipo: Dissertação
Título: Caracterização geoquímica e paleoambiental do cretáceo inferior da Bacia de Camamu, Bahia
Título(s) alternativo(s): Geochemical and paleoenvironmental chracterization of the lower cretaceous from Camamu Basin, Bahia
Autor(es)/Inventor(es): Gonçalves, Félix Thadeu Teixeira
Orientador: Carvalho, Ismar de Souza
Resumo: Com objetivo de reconstruir a evolução paleombiental da sequência rift da Bacia de Camamu, 94 amostas de poço perfurado na plataforma continental foram submetidas à análises geoquímicas. Os dados de pirólise e petrografia orgânica sugerem que a meteria orgânica presenta na sequência rift é essencialmente de origem fitoplanctônica e/ou bacteriana, bem como as variações nos índices de hidrogênio e oxigênio refletem a alternância entre condições anóxicas (redutores) e óxicas durante a sedimentação. A integração dos dados de palinologia e de isótopos de oxigênio dos carbonos indicam que o clima na região caracterizou-se por condições de aridez e evaporação crescentes (balanço hídrico negativo) durante a deposição dos andares Rio da Serra e Aratu, e por condições de umidade e influxo de água crescentes (balanço hídrico positivo) do Buracica ao Jiquiá. A reconstituição paleolimnológica indica que a seção de idade Rio da Serra depositou-se num lago profundo, de águas doces a salobras, estratificado, e com uma termoclina estável e relativamente rasa. A maior parte da coluna d’água era anóxica, o que favorecia a preservação da matéria orgânica e a atividade de bactérias metanogênicas, resultando na formação de rochas com altos índices de hidrogênio (IH), teores de COT moderados e altos, e matéria orgânica depletada em ¹³C. Já os sedimentos de idade Aratu e Buracica depositaram-se num lago mais raso e amplo, de águas doces de salgadas, e termoclina mais profunda. Estas condições proporcionaram uma melhor reciclagem dos nutrientes e oxigenação da coluna d’água, resultando no aumento significativo da produtividade primária e na formação de rochas geradoras com altos teores de COT, índices de hidrogênio moderados a altos, e matéria orgânica enriquecida em ¹³C.
Resumo : The Camuru basin is located in the easterns Brazilian continental margin. In this study, 94 rock samples from a single offshore well were submitted to geochemical analyses in order to assess teh depositional paleoenvirenments of the rift sequence from Camamu Basin. Pyrolysis and organic petrograph data suggest and bacterial biomass. Observed variations of the hydrogen and oxygen indices reflect changes from oxic to anoxic conditions of deposition. The integration of palimology and oxygen isotope data indicates climate condictions of increasing aridity and water evaporation (negative water balance) during the deposition of the sediments from Rio da Serra and Aratu stages (local stages), and increasing humidity and water inflow (positive water balance) during the Baraica to Jiquiá stages. The palimnological reconstruction suggests that the Rio da Serra sediments were deposited in a fault-bounded deep lake with fresh to brackish water. Organic preservation was greatly enhanced by the stable water collumn stratification and bottom anoxia. High organic carbon contents and hydrogen indices, together with the strong ¹³C isotopic depletion reflect a medium to low primary productivity and a intense recycling of carbon through the degradation of organic matter by anaerobic bacteria. Aratu and Buracica sediments were deposited in a broad and shalower lake with fresh to saline water. The high organic carbon contents and the strong 13C isotopic enrichment is interpreted as the results of the enhancement of primary productive due to increased input and recycling of nutrients favoured by the lake morphology and a humid climate.
Palavras-chave: Paleontologia estratigráfica
Bacia Camamu
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::SEDIMENTOLOGIA
Programa: Programa de Pós-Graduação em Geologia
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Abr-1997
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: GONÇALVES, Félix T. T. Caracterização geoquímica e paleoambiental do cretáceo inferior da Bacia de Camamu, Bahia. 1997. 97 f. Dissertação (Mestrado em Geologia) - Instituto de Geociências, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1997.
URI: http://hdl.handle.net/11422/2404
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
271561.pdf4,6 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.