Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2460
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O desenvolvimento do mercado de certificados de recebíveis imobiliários no Brasil: uma alternativa para a expansão do financiamento habitacional
Autor(es)/Inventor(es): Barbosa, Ludmilla Ferreira Bighi Abdelnor
Orientador: Barradas, Ary Vieira
Resumo: Atualmente o volume total de crédito imobiliário representa entre 2,5% e 3,0% do PIB, segundo estudos da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (ABECIP). Um tímido percentual quando comparado a países como Chile (15%), México (11%) e Espanha (60%). Tais dados motivaram a elaboração deste trabalho, cujo principal objetivo é apresentar a securitização de recebíveis imobiliários como uma alternativa viável para a expansão do mercado de crédito imobiliário e conseqüente redução do déficit habitacional, que segundo os últimos dados coletados com base na PNAD de 2006, estava em torno de 8 (oito) milhões de moradias, número correspondente 14,5% dos domicílios do Brasil (Fonte: Fundação João Pinheiro). A fim de explicar quando, como e dentro de qual cenário econômico foi introduzida a securitização de recebíveis imobiliários no Brasil, no primeiro capítulo é elaborado um breve histórico sobre as formas de se obter financiamento de imóveis no país, culminando com a criação do Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). Destacando como as teorias sobre financiamento elaboradas por autores neoclássicos e por autores keynesianos influenciaram os dois sistemas de financiamento imobiliário, SFH e SFI, em vigor no Brasil. No segundo capítulo são apresentados os benefícios microeconômicos e macroeconômicos intrínsecos no advento do processo de securitização de recebíveis imobiliários. É explicado como a esta inovação do mercado financeiro pode contribuir com o aquecimento do mercado de crédito imobiliário e do setor da construção civil, possibilitando alavancar o crescimento econômico nacional. Posteriormente, busca-se mostrar, com riqueza de detalhes, como é estruturada uma operação que transforma ativos relativamente ilíquidos, como os créditos imobiliários, em títulos com liquidez no mercado de capitais, transferindo os riscos associados a esses ativos para seus adquirentes. Após apresentada a estrutura básica de uma securitização de recebíveis imobiliários, analisa-se a base legal desta operação no Brasil e a sua performance desde sua oficial instituição em 1997. Finalmente é feita uma análise da utilização do sistema de securitização de ativos imobiliários como uma alternativa complementar ao modelo convencional de intermediação financeira, baseado na escola neoclássica. Com isso procura-se identificar quais fatores ainda precisam evoluir para a expansão do mercado de Certificados de Recebíveis Imobiliários no Brasil.
Palavras-chave: Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança
Política econômica
Crédito imobiliário
Mercado de capitais
Sistema Financeiro da Habitação
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Ago-2010
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2460
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LFBABarbosa.pdf294,37 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.