Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2513
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Um estudo sobre a relação entre gastos em P&D e patentes como indicador de eficiência inovadora na indústria farmacêutica
Autor(es)/Inventor(es): Bemvindo, Bernardo Soares Teixeira
Orientador: Fonseca, Maria da Graça Derengowski
Coorientador: Silveira Filho, Getulio Borges da
Resumo: Classifica as firmas que atuam na indústria farmacêutica dos Estados Unidos em grupos de eficiência inovadora baseado nos seus dados de gastos em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e na quantidade de patentes obtidas. Dois fatos contribuem com a pertinência dessa classificação: primeiro, a indústria farmacêutica gasta mais em P&D do que qualquer outro setor da economia; segundo, as práticas e características regulatórias fazem das patentes a principal forma de proteção da propriedade intelectual na indústria farmacêutica. Para atingir os objetivos serão empregadas regressões quantílicas. O resultado final é a classificação de sessenta e quatro empresas em cinco grupos de eficiência inovadora. A partir desse resultado é possível inferir sobre a evolução da eficiência dessas empresas, separando-as em três grupos, as que aumentaram sua eficiência, as que diminuíram sua eficiência e as que se mantiveram constantes.
Palavras-chave: Indústria farmacêutica
Pesquisa e desenvolvimento
Propriedade intelectual
Patentes
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INDUSTRIAL
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Set-2010
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/2513
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BSTBemvindo.pdf890,87 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.