Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/261
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Inespecificidade e antropofagia nos anos Babilaques de Waly Salomão
Autor(es)/Inventor(es): Bogado, Maria Del-Vecchio
Orientador: Gerheim, Fernando Souza
Resumo: A partir de uma reflexão sobre os Babilaques, prática experimental desenvolvida por Waly Salomão na década de 1970, o presente trabalho pretende estabelecer um diálogo entre o conceito de antropofagia e a inespecificidade na estética contemporânea. A experiência singularizada que os Babilaques proporcionam é desprovida de qualquer especificidade que lhes assegure pertencimento a alguma forma fixa de arte. O singular está em relação constitutiva com o outro. Os Babilaques, na sua inespecificidade, propiciam imagens de comunidades onde o comum não se sustenta por essência ou identidade. O questionar das formas de pertencimento, do próprio e do específico, que os Babilaques trazem em sua constituição lhes dão um sentido político ancorado na antropofagia.
Palavras-chave: Babilaques
Fotografias
Antropofagia
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 11-Dez-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: BOGADO, Maria. Inespecificidade e antropofagia nos Babilaques de Waly Salomão. 2014. 76f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.
URI: http://hdl.handle.net/11422/261
Aparece nas coleções:Comunicação - Radialismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Monografia Maria Del-Vecchio Bogado.pdf1,29 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.