Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2949
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O direito autoral e suas origens: interesses em questão
Autor(es)/Inventor(es): Costa, André Duchiade de Magalhães
Orientador: Luz, Cristina Rego Monteiro da
Resumo: Observa os valores sobre os quais a existência do direito autoral se sustenta nos dias de hoje. Buscando compreender o contexto que permitiu a criação dos mecanismos legais de proteção intelectual, com ênfase nos do direito autoral, afirma que esse sistema hoje obedece a interesses específicos, que não necessariamente têm ligação com a criação e divulgação da cultura de forma plural e ampla. O estudo contrasta a criação do direito autoral a idéias de pensadores como Roland Barthes e Michel Foucault, que tentaram compreender sobre o que se baseava o conceito de autoralidade. Em seguida, aborda a crítica aos mecanismos contemporâneos de proteção intelectual efetivada por autores de uma tradição liberal como Lawrence Lessig e James Boyle e, por fim, centra-se numa discussão ao redor da chamada pirataria digital na atualidade.
Palavras-chave: Direito autoral
Propriedade intelectual
Pirataria
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 9-Dez-2010
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: Costa, André Duchiade de Magalhães. O direito autoral e suas origens: Interesses em questão. 2010. 68 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.
URI: http://hdl.handle.net/11422/2949
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ACosta.pdf731,98 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.