Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/2978
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O desenho da reportagem: estruturas narrativas e análise da obra O fotográfico no universo jornalístico sequencial
Autor(es)/Inventor(es): Paço, Miriam Vieira do
Orientador: Costa, Cristiane Henriques
Resumo: Levantamento histórico da origem do jornalismo em quadrinhos, modalidade que vem ganhando destaque na imprensa contemporânea. Analisa o contexto que teria propiciado o desenvolvimento do gênero, oficialmente categorizado a partir da obra do jornalista Joe Sacco, e suas principais vertentes, no Brasil e no exterior. Para o estudo de caso foi escolhida a obra O Fotógrafo, do trio francês Didier Lefèvre, Emmanuel Guibert e Frédéric Lemercier, em que é produzida uma reportagem em quadrinhos mesclando desenhos coloridos com fotografias em preto-e-branco. A análise aborda desde aspectos que caracterizam esta obra como livro-reportagem até seu conteúdo informacional, para que seja possível ampliar o conceito de jornalismo em quadrinhos.
Palavras-chave: Reportagem
Narrativa
Jornalismo
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 6-Jul-2011
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: PAÇO, Miriam Vieira do. O desenho da reportagem: estruturas narrativas e análise da obra O Fotógrafo no universo jornalístico sequencial. 2011. 151 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2011.
URI: http://hdl.handle.net/11422/2978
Aparece nas coleções:Comunicação - Jornalismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MVPaco.pdf13,81 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.