Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3033
Tipo: Dissertação
Título: Distribuição sazonal e espacial de uma comunidade de anfíbios anuros associada a uma lagoa temporária do Distrito da Lapinha, Lagoa Santa (MG)
Autor(es)/Inventor(es): Elias, Breno Chaves de Assis
Orientador: Caramaschi, Ulisses
Resumo: Estuda a taxocenose de anfíbios anuros em uma lagoa temporária no Distrito da Lapinha, Município de Lagoa Santa, Estado de Minas Gerais, entre janeiro e dezembro de 2002, totalizando 48 noites de observação. As observações naturalísticas eram iniciadas, em geral, antes do acaso e encerradas por volta das 23:00 hrs (horário de verão não considerado). Para o registro do turno de vocalização das espécies, as observações em três ocasiões foram iniciadas às 17:00 hrs, encerrando-se às 06:00 hrs do dia seguinte. Foram registradas 12 espécies de anfíbios anuros, distribuídas em três famílias: uma espécie (8,33%) pertencente à família Bufonidae, cinco (41,67%) à família Leptodactylidae e seis (50,0%) à família Hylidae. A distribuição sazonal revelou que as espécies da comunidade estudada apresentam um processo sucessional de atividade reprodutiva na lagoa, sendo possível discriminar quatro padrões de distribuição temporal: H. minuta e H. faber vocalizaram tanto na estação chuvosa quanto na estação seca; L. fitscus, P. centra/is, P. cuvieri, B. paracnemis e S. fuscovarius apresentaram atividade de vocalização no final da estação seca e durante o início da estação chuvosa; H. rubicundula, S. fuscomarginatus e L.ocel/atus estiveram em atividade durante toda a estação chuvosa; S. aff. eurydice que só apresentou atividade de vocalização na segunda metade da estação chuvosa. Todas as espécies presentes na lagoa apresentaram vocalizações distintas. Os resultados das análises estatísticas com os parâmetros acústicos duração e espaçamento entre cantos, duração e espaçamento entre notas, número de notas por canto e frequência dominante revelaram partilha na utilização do espaço acústico pelas espécies da comunidade. Além disso, as segregações espacial e sazonal também foram importantes na manutenção do isolamento reprodutivo das espécies.
Resumo : An anuran assemblage was studied at a temporary lake situated at an open area in cerrado “lato sensu” domain at the locality of Lapinha, Municipality of Lagoa Santa, State of Minas Gerais, Brazil. Field work was carried out between January and December 2002, totaling 48 nights of observation. Naturalistic observations usually started before sunset and concluded around 23:00 hrs. Observations aiming the recording of the periods of vocalization ofthe species (three occasions) were extended from 17:00 hrs to 06:00 hrs of the day after. Twelve species of anurans, distributed among three families, were recorded at the lake: one (8,33%) represented the Bufonidae family, tive (41,67%) represented the Leptodactylidae family, and six (50,0%) represented the Hylidae family. The seasonal distribution revealed a successional process of reproductive activity among the species inhabiting the lake. It was possible to discriminate four pattems of temporal distribution: H. minuta and H. faber call during the wet and the dry seasons; L. fuscus, P. centra/is, P. cuvieri, B. paracnemis, and S. fuscovarius presented calling activity at the ending of the dry season and during the beginning of the wet season; H. ntbicundula, S. fuscomarginatus, and L. ocel/atus presented calling activity during ali wet season; and S. aff. eurydice presented calling activity only at the second half of the wet season. Ali the species present in the lake presented distinct calls. The results of the statistical analyses performed to some acoustic parameters (duration and spacing between the calls, duration and spacing between the notes, number of notes by call, and dominant frequency) revealed that the acoustic space was partitioned among the species of the community. Moreover, the seasonal and the spatial segregation were also important to the maintenance of the reproductive isolation.
Palavras-chave: Anuros
Lapinha (Lagoa Santa, MG)
Anfíbios
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::COMPORTAMENTO ANIMAL
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Mai-2003
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3033
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
617596.pdf39,48 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.