Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3053
Tipo: Tese
Título: Estudos comparados sobre morfologia de imaturos e comportamento de Sphecinae (Insecta : Hymenoptera : Sphecidae)
Autor(es)/Inventor(es): Buys, Sandor Christiano
Orientador: Nessimian, Jorge Luiz
Resumo: A subfamília Sphecinae é composta por 19 gêneros e aproximadamente 700 espécies amplamente distribuídas pelo mundo. Este grupo apresenta padrões comportamentais muito complexos e diversos. O objetivo do presente trabalho é estudar comparativamente a morfologia de imaturos e o comportamento de nidificação de espécies de Sphecinae, de modo a contribuir para o entendimento da filogenia do grupo e discutir hipóteses relacionadas à evolução de padrões comportamentais. Foi formulada uma chave para gêneros e agrupamentos supra-genéricos de Sphecinae baseada nas larvas de último estádio, casulo e aspectos biológicos. É apresentada uma descrição da subfamília e diagnoses das tribos e subtribos baseadas nos imaturos. Foram levantados 29 caracteres de larva, dois caracteres de ovo e quatro caracteres de casulo que foram submetidos a uma análise cladística. Devido a faltar muitos dados de ovo e casulo na matriz de caracteres, foram feitas separadamente duas análises, uma com caracteres larvais e outra combinando caracteres das larvas, ovos e casulos. A análise de parcimônia baseada apenas em caracteres larvais gerou 24 árvores com igual parcimônia máxima (comprimento = 45; índice de consistência = 0,73; índice de retenção = 0,89; índice de consistência reescalonado = 0,65) e a análise combinada de caracteres de larva, ovo e casulo gerou 384 árvores com igual parcimônia IV máxima ( comprimento = 52; índice de consistência = O, 75; índice de retenção = 0,89; índice de consistência reescalonado = 0,65). A topologia de ambas as análises é idêntica. A filogenia baseada em morfologia de imaturos é inteiramente congruente com a obtida a partir de adultos. Sphecinae, Sceliphrini, Sceliphrina, Sphecini + Ammophilini, Prionychina e Ammophilini são corroborados como linhagens monofiléticas por apomorfias das larvas e, em alguns casos, de casulos. O comportamento de seis espécies Sphecinae das tribos Sphecini e Ammophilini é descrito: Sphex opacus, S. dorsalis, Prionyx thomae, P. fen,ens, Ammophila sp. l e Eremnophila binodis. Foram utilizados 20 caracteres, a maioria relacionados à construção do ninho e manipulação das presas. Foram geradas 308 árvores com igual parcimônia máxima a partir da matriz de caracteres (comprimento = 34; índice de consistência = 0,73; índice de retenção = 0,86; índice de consistência reescalonado = 0,63). A filogenia baseada em caracteres comportamentais é inteiramente congruente com a baseada em morfologia de adultos e morfologia de imaturos. Baseado no conhecimento sobre filogenia do grupo, são discutidas hipóteses sobre a evolução do comportamento em Sphecinae.
Resumo : The subfamily Sphecinae is composed of 19 genera and about 700 species widespread in the world. This group is very diverse and complex behaviourally. The objective of the present work is comparatively studying the immature morphology and the nesting behaviour of species of Sphecinae, in a way to contribute to the understanding of the phylogeny of the group and discussing about hypotheses related to the evolution of the behavioural pattems. A key to genera and supra-generic categories based on last instar larvae, cocoon, and biological aspects is formulated. A description of the subfamily and diagnoses of the tribes and subtribes based on larvae are presented. Twenty nine characters of larva, two characters of egg, and four characters of cocoon were selected and examined through a cladistics analyses. Due the occurrence of a lot of missing values of egg and cocoon in the characters matrix, two analyses were separately carried out, one only with larval characters and other combined characters of larva, egg, and cocoon. The analyses of parsimony based only in larval characters generates 24 equally most parsimonious trees (length = 45; consistency índex = 0,73; retentíon índex = 0,89; consistency índex rescaled = 0,65) and the analyses combined characters of larva, egg, and cocoon generates 384 equally most parsimonious trees (comprimento = 52; índice de consistência = 0,75; índice de retenção = 0,89; índice de consistência reescalonado = 0,65). The phylogeny based on immature morphology is entirely congruent with those based on adult morphology. Sphecinae, Sceliphrini, Sceliphrina, Sphecini + Ammophilini, Prionychina, and Ammophilini are corroborated as monophyletics lineages by apomorphies of larvae and, in some cases, of cocoons. On the other hand, Chloriontina, Podiina, and Sphecina are not corroborated by apomorphies oflarva or cocoon. The behaviour of six species of Sphecinae in the tribes Sphecini and Ammophilini is described: Sphex opacus; S. dorsalis; Prionyx thomae; P. fervem.; Ammophihila sp. 1; and Eremnophila binodis. Twenty characters, the most related to ncst construction and prey manipulation, are used. Three hundred eight equally most parsimonious trees were generated (length = 34; consistency index = 0,73; retentíon index = 0,86; consistency índex rescaled = 0,63). The phylogeny based on behavioural characters is entirely congruent with those based on adult and larval morphology. Based on the knowledge of the phylogeny ofthe group, hypothesis on the evolution ofthe behaviour in Sphecinae are discussed.
Palavras-chave: Sphecinae
Himenópteros
Esfecídeos
Filogenia
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::MORFOLOGIA DOS GRUPOS RECENTES
Programa: Programa de Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Abr-2004
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3053
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
640229.pdf14,24 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.