Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/3463
Tipo: Tese
Título: Revisão taxonômica da família Rajidae no Brasil (Chondrichthyes, Elasmobranchii, Rajiformes)
Autor(es)/Inventor(es): Gomes , Ulisses Leite
Orientador: Nunan , Gustavo Wilson Alves
Resumo: Foi realizada uma revisão taxonômica dos peixes da família Rajidae ocorrentes em águas brasileiras. Os arranjos taxonômicos apresentados e recentes capturas de material de grande profundidade incluído neste estudo, aumentou o número de representantes desta família para águas brasileiras em 37%. Novos táxons, assim como novos registros de ocorrência são descritos. Uma revisão dos caracteres externos, úteis para a identificação das espécies, foi realizada visando facilitar a identificação de exemplares no campo e laboratório. A família Rajidae no Brasil é a mais diversificada dos Batomorphii, constituída por duas subfamílias, cinco tribos, onze gêneros e vinte e seis espécies. Este total representa 42% das espécies de raias marinhas do Brasil. Os gêneros Breviraja, Cruriraja e Malacoraja são registrados pela primeira vez em águas brasileiras, assim como o são as espécies Breviraja spinosa, Cruriraja rugosa, Dipturus garricki, Dipturus teevani, Dipturus garricki e Rajella purpuriventralis. Novas espécies reconhecidas no presente trabalho são, Dipturus sp2, Dipturus sp3 e Malacoraja sp. Tiveram seus registros de ocorrências expandidos em águas brasileiras : Rajella sadowskii, Dipturus leptocauda, Sympterygia acuta e Gurgesiella dorsalifera. Conforme observado na literatura, os Rajidae apresentam uma dependência direta com o substrato. A dieta é composta de animais bentônicos, especialmente crustáceos, além de poliquetas, nematódeos, cefalópodes e peixes teleósteos. Dados de distribuiçao das espécies revelou que os Rajidae do talude apresentam uma maior amplitude de distribuição. A foz dos grandes cursos de água por causarem alterações em fatores abióticos, como a salinidade e a temperatura, influem diretamente na distribuição dos Rajidae. A plataforma continental ampla e arenosa do sul do Brasil até o norte do Rio de Janeiro, permite uma ampla distribuição latitudinal dos Rajideos costeiros. A reduzida representação do grupo em coleções científicas, porém, limitam o conhecimento sobre a biologia das espécies, dificultando também o esclarecimento da taxonomia de certos taxons.
Resumo : A taxonomic review of the rajid fishes occurring in Brazilian waters were held. The taxonomic arrangement as well as recent captures of deep water specimens included in this study, increased in 37% the number of Brazilian Rajidae. New taxons and also new records of occurrence were described. A revision of external characters, useful for specific identification, was held to facilitate the identification in both laboratory and field work. The family Rajidae in Brazil showed to be the most diversified of batoid fishes with two subfamilies, five tribes, eleven genera and twenty six species representing 42% of the Brazilian marine rays. The genera Breviraja, Cruriraja and Malacoraja are recorded for the first time in Brazilian water as does the species Breviraja spinosa, Cruriraja rugosa, Dipturus garricki, Dipturus teevani, Dipturus garricki and Rajella purpuriventralis. New species recognized in the present study are, Dipturus sp2, Dipturus sp3 e Malacoraja sp. The species who had their expanded occurrence records in Brazilian waters are Rajella sadowskii, Dipturus leptocauda, Sympterygia acuta and Gurgesiella dorsalifera. As seen in literature, the rajids have a close relationship with the sea botton. The main diet are crustaceans, polichetes, nematoids, cephalopods and teleost f ishes. Distribution data has revealed that the rajids from the slope presents a great distribution range. The mouth of the main rivers, acting directly abiotic factors, presented important influence in rajid distribution. The continental slope from Rio de Janeiro to the south of Brazil are mostly sandy, allowing a wide latitudinal range of the coastal rajids.With few specimens kept in scientific collections limit the taxonomic and biological knowledgement of certain taxons.
Palavras-chave: Raias (Peixe)
Rajiformes
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA
Programa: Pós-Graduação em Zoologia
Departamento: Museu Nacional
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 1-Dez-2002
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/3463
Aparece nas coleções:Zoologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
618253.pdf53,45 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.