Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/383
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: O audiovisual para quem não houve: a relação dos surdos com a televisão e o cinema
Autor(es)/Inventor(es): Coêlho, Leonardo Alves
Orientador: Strozenberg, Ilana
Resumo: Neste trabalho, analisa-se a relação dos surdos com os meios audiovisuais, principalmente, a televisão e o cinema, partindo-se da problemática existente na educação de surdos no Brasil, que traz, como conseqüência, a dificuldade de compreensão da língua portuguesa por parte desses indivíduos. O problema, segundo alguns autores, está na desvalorização da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) pelos professores. Sendo a LIBRAS a língua materna dos surdos, ela precisa ser adquirida antes do português, mas isso não acontece, resultando num grande contingente de surdos com dificuldades na compreensão de textos em língua portuguesa. Como a maioria das informações que chegam aos surdos pela TV ou cinema vem na forma textual das legendas, cabe discutir o entendimento destas por esses indivíduos. Para tanto, foram realizadas entrevistas em profundidade com quatro militantes surdos, que lutam pelos direitos do surdo na sociedade. Também foi entrevistada a presidente da Associação de Pais e Amigos dos Deficientes da Audição (APADA), Miriam Rangel, que não é surda. Com isso, pode-se observar que a relação com o audiovisual é marcada por uma perda importante de informações, já que os recursos de inclusão nesses meios, como a legenda e a janela com intérprete de LIBRAS, nem sempre estão presentes, ou, quando estão, não são totalmente compreendidos pelos surdos. Assim, alguns entrevistados sugerem a criação de um canal de televisão específico para o surdo, o que os segregaria ainda mais do contexto social abrangente. Para que isso não ocorra, a melhor saída seria um maior foco e investimento em práticas eficazes de ensino da língua portuguesa para os surdos, permitindo uma melhor integração com a sociedade.
Palavras-chave: Cinema
Televisão
Surdez
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 11-Dez-2008
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: COÊLHO, Leonardo Alves. O audiovisual para quem não ouve: a relação dos surdos com a televisão e o cinema. 2008. 75f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Radialismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2008.
URI: http://hdl.handle.net/11422/383
Aparece nas coleções:Comunicação - Radialismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
O audiovisual para quem não ouve.pdf431,21 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.