Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/426
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Era de ouro da música popular brasileira
Autor(es)/Inventor(es): Reis, Roberta Araujo dos
Orientador: Coutinho, Eduardo Granja
Resumo: Estudo sobre a “Era de Ouro da Música Popular Brasileira” e a concepção de um discurso que foi construído a posteriori. Os fatores que contribuíram para a necessidade de historiografar a música genuinamente brasileira e para formar uma identidade nacional a partir da produção musical. As mudanças políticas, econômicas, sociais e o surgimento de uma indústria cultural no início do século XX, principalmente a partir de 1930, que criaram um ambiente adequado para a divulgação e popularização da música popular brasileira, em especial, o samba. As questões intelectuais e políticas que propiciaram uma discussão sobre como conter as influências estrangeiras em nossa cultura e a utilização da música com tal finalidade. A valorização, a partir da década de 1950, da produção musical entre os anos 1930 e 1945 e a denominação deste período como “Era de Ouro”.
Palavras-chave: Música
Música popular
Era de ouro
Samba
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RADIO E TELEVISAO
Departamento: Escola de Comunicação
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 14-Nov-2007
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: REIS, Roberta Araujo dos. Era de Ouro da Música Popular Brasileira: a construção do discurso. 2007. 58f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação – Habilitação em Radialismo) – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2007.
URI: http://hdl.handle.net/11422/426
Aparece nas coleções:Comunicação - Radialismo

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
monografia-pronta[1].pdf137,65 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.