Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4272
Tipo: Tese
Título: Marcadores das hepatites tipo A e B em 91 pacientes com icterícia: correlação clínico-patológica
Autor(es)/Inventor(es): Kezem, Jane
Orientador: Tavares, Walter
Resumo: Foram estudados 91 pacientes com hepatite nos quais investigou os marcadores da hepatite tipo A (HA) e da hepatite tipo B (HB). A análise deste perfil sorológico permitiu distribuir o total dos pacientes em 4 grupos, A, B, C e D, os quais incluem 37 casos de HA, 35 de HB, 11 nos quais nenhum marcador foi detectado e um quarto grupo constituído de 8 pacientes cuja interpretação dos marcadores foi difícil. Realizada esta distribuição, o autor procedeu uma análise comparativa dos resultados dos diversos grupos, observando dados clínicos, bioquímicos e evolutivos. O grupo A incluía um número significativamente maior de crianças e adultos jovens quando comparado com o grupo B, no qual predominava pessoas de idade superior a 30 anos, da mesma forma que os pacientes do grupo C. Neste último, assim como no grupo D, como o número total de pacientes era muito menor, a comparação carecia de significado estatístico. Quanto aos achados bioquímicos no grupo A, havia predomínio de pacientes com níveis de bilirrubina menores de 10 mg%, quando comparados com o grupo B. Na análise dos resultados da fosfatase alcalina ocorria o contrário: mais pacientes do grupo A tinham valores maiores de fosfatase alcalina quando comparados ao do grupo B. Estas variações foram interpretadas como resultante, em ambos os parâmetros, da influência da diferença etária nos dois grupos. No estudo comparativo das transaminases oxaloacética e pirúviva (TGO e TGP), não se observou diferença significativa entre os níveis destas enzimas nos dois grupos.
Resumo : Markers of viral hepatitis types A and B were investigated in 91 patients. Results allowed the patients to be classified into 4 group, the first (37 patients) characterized as hepatitis A, the second (35 patients) as hepatitis B, the third (11 patients) with neither A nor B markers and the fourth (8 patientes) with markers that could not be clearly interpreted. An analysis of clinical and biochemical aspects and of the course of disease revealed that group A included a significantly greater number of children and young adults than group B in wich the mean was above 30 years. The latter was also the case in group C but in this as in group D, the number of patients was insuficient for statistical significance to be established. Analysis of biochemical findings revealed a preponderance of bilirubin levels of 10mg% in group A as opposed to group B. In contrast, alkaline phosphatase levels were higher in group A than in group B. These variations were interpreted as resulting from the mean age difference between the two groups. Transaminases levels (SGOT and SGPT) were not significantly different in the two groups.
Palavras-chave: Hepatite A
Hepatite B
Icterícia
Patologia
Doenças infecciosas e parasitárias
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CLINICA MEDICA::DOENCAS INFECCIOSAS E PARASITARIAS
Programa: Programa de Pós-Graduação em Doenças infecciosas e parasitárias
Departamento: Faculdade de Medicina
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 1984
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4272
Aparece nas coleções:Doenças Infecciosas e Parasitárias

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
210239.pdf3,19 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.