Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/482
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Contribuições dos Escolásticos espanhóis dos séculos XVI e XVII para o pensamento econômico
Autor(es)/Inventor(es): Castro, Geraldo Ignácio de
Orientador: Pondé, João Luiz Simas Pereira de Souza
Resumo: No início do século XVI, a Espanha era a principal nação da Europa. Depois de sua unificação, lançou-se ao mar rumo ao Novo Mundo. Então, surgiram novos questionamentos. Os índios têm direito às terras onde vivem? A perturbação nos preços era conseqüência da grande quantidade de ouro e prata que chegava à Espanha? Analisando essas e outras questões, intelectuais formados na tradição tomista, começaram a estudar problemas econômicos em meio a tratados de direito canônico, filosofia e teologia. Análise da usura e da moralidade da atividade comercial cada vez mais alargava o campo de estudo desses escolásticos. Neste trabalho, pretendo analisar o contexto histórico, e as teorias que foram propostas por esses intelectuais, que em sua maioria eram dominicanos e jesuítas professores da Universidade de Salamanca.
Palavras-chave: Espanha
Escolásticos espanhóis
Universidade de Salamanca
Pensamento econômico
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Set-2014
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/482
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
monografia - geraldo ignacio de castro.pdf358,31 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.