Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/829
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Riscos e oportunidades ambientais, sociais e de governança no setor de mineração brasileiro
Autor(es)/Inventor(es): Gonçalves, Cristóvão Alves de Souza
Orientador: Vinha, Valéria Gonçalves da
Coorientador: Kato, Karina Yoshie Martins
Resumo: O Brasil é um país de grande abundância de recursos minerais. Tais recursos há séculos vêm desempenhando papel de extrema relevância dentre os setores econômicos no país. Este estudo utiliza uma abordagem ampla dos impactos da mineração no país, considerando não somente indicadores econômicos, mas também riscos e oportunidades a que as empresas do setor estão sujeitas. Esta análise parte de uma perspectiva multidimensional, captando aspectos econômicos, ambientais, sociais e de governança corporativa. Dentro de cada uma dessas dimensões, foram priorizadas as questões que pudessem representar aumento dos custos operacionais, danos à marca ou bloqueio ou ativação de novas fontes de receita. É cada vez mais difundida a ideia de que a forma com que as empresas se relacionam com a sociedade e com o meio ambiente afeta direta e indiretamente seus resultados a curto, médio e longo prazo. Neste trabalho é apresentada uma análise acerca de como essas questões podem impactar as empresas do setor, à medida que elas alteram o meio social e ambiental a sua volta. Tais aspectos são eminentemente materiais no setor em específico, em função dos recursos explorados serem não renováveis, os empreendimentos de grande porte, a atividade produtiva de potencial impacto e o setor como um todo ser recorrentemente controverso. As conclusões a que chegamos é que apesar de sua proeminência econômica, o setor de mineração é responsável por distorções em termos ambientais e sociais em grande escala, de forma que as grandes mineradoras principalmente, que controlam parcela substancial do mercado brasileiro, necessitam incorporar no centro de suas tomadas de decisões, critérios que considerem as externalidades causadas pela operação, de forma não só a reduzir o risco regulatório e de mercado a que se expõem, mas para construir uma identidade para o setor desvinculada da imagem predatória e de irresponsabilidade socioambiental que predominantemente tem ganhado espaço.
Palavras-chave: Mineração
Aspectos socioambientais
Governança corporativa
Brasil
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jan-2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/829
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
MONOGRAFIA - CRISTÓVÃO ALVES.pdf1,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.