Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/997
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: A revolução de 1930 e a industrialização na Era Vargas (1930-1939)
Autor(es)/Inventor(es): Pontes, Fabio Souza
Orientador: Freitas Filho, Almir Pita
Resumo: A Revolução de 1930 é tradicionalmente considerada um marco na história contemporânea do Brasil. Embora a historiografia divirja acerca do significado político e dos objetivos das classes formadoras do movimento, o episódio simbolizou o fim da hegemonia dos grupos cafeicultores e lançou o país em uma nova trajetória política e econômica, liderada pelo gaúcho Getúlio Vargas. No campo político o Estado passou a ter um caráter centralizador e interventor, abandonando a política dos governadores adotada durante grande parte da República Velha. Na esfera econômica o Estado teve um papel decisivo na diversificação econômica, possibilitando uma rápida expansão industrial, rompendo com o modelo agroexportador. O objetivo deste trabalho é concluir que a Revolução de 1930 representou uma ruptura com o modelo político e econômico adotado na primeira fase republicana e que o processo de industrialização ocorrido durante a Era Vargas (1930-1939) estava alinhado com as diretrizes do grupo revolucionário e fazia parte de um programa de governo.
Palavras-chave: Brasil
Industrialização
Revolução 1930
História econômica
Política e Governo
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA
Departamento: Instituto de Economia
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Ago-2015
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/997
Aparece nas coleções:Ciências Econômicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
FSPontes.pdf753,78 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.