Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10143
Type: Dissertação
Title: Zonas polisensoriais: estruturação sensível no espaço urbano
Author(s)/Inventor(s): Michelin, Simone
Advisor: Zilio, Carlos Augusto da Silva
Abstract: Esta dissertação visa constituir um corpo teórico de reflexão em torno da proposta de criação de Zonas Polisensoriais (ZP), detalhando mais especificamente, a zp.1, trabalho projetado para ocupar o ha/1 do prédio da reitoria da ufrj. As Zonas Polisensoriais são intervenções concebidas para espaços públicos, com duração limitada, podendo integrar imagem movimento, estruturas tridimensionais, luz e som à paisagem e/ou à arquitetura, incorporando o uso de tecnologias de representação na sua estrutura. A ZP.1, a qual eu trato como uma situação artística de caráter híbrido, recoloca a perspectiva da “tabula rasa”, representada pelas estratégias revolucionárias das vanguardas, não como uma afirmação, mas como pergunta, uma posição aberta, de caráter crítico e inquisidor. A forma como a Arte se apresenta está condicionada a determinados fatores, entre eles o seu tempo histórico, a possível ideologia a qual ela venha a servir de porta-voz, ou a recusa disso, e o que decorre de tal escolha. Uma sociedade não é uma abstração, e sim, algo que se concretiza de forma material, agregando-se em torno de um sistema simbólico, que constitui sua cultura, isto é: história materializada num objeto (Levy-Strauss). A Arte continua sendo a única manifestação, que, de uma maneira ou outra, a despeito de tudo, permanece, como um modo de agregar um sentido especial às coisas, aos fenômenos. Considerando a Arte a partir do ponto de vista de que ela é um “bem comum”, meu trabalho vem reafirmar a necessidade particular deste momento histórico de compreender essa manifestação de modo bem mais profundo, muito além dos estilos, e das manipulações do poder.
Abstract: The aim of this dissertation is the constitution of a theoretical body of reflection on the proposal of the creation of Polisensory Zones (ZP) , specifically detailing the ZP.1, a work designed to occupy the entrance hall of the Rectorship building of the Universidade Federal do Rio de Janeiro. The Polisensory Zones are interventions conceived for public spaces. They have limited duration and should be able to integrate lmage-Movement, Three-Dimensional Structures, Light and Sound to the landscape and/or architecture, incorporating in its structure the use of technologies of representation. The ZP.1, which I treat as an artistic situation of hybrid eh ara cter, it reinstates the “tabula rasa” perspective, th e sarne perspective presented by the revolutionary strategies of the vanguards. The ZP.1 retakes these strategies not as a statement, but as a question, a quest, with criticai and inquisitive purpose. Art presents itself in a form conditioned by determined factors, among them the historical time, the ideology which Art will serve as mouthpiece or the refusal of this factor, and the implications of this choice. A society is not an abstraction, but something that evolves into a material form, aggregating itself around a symbolic system, which constitutes its culture, i.e.: history materialized in an object (Levy- Strauss). Art continues being the only manifestation that, in a way or another, in spite of everything, remains as a possibility to add a special sense to things, to phenomena. Considering Art from the point of view that it is a "common good", my work reiterates the particular necessity of this historical moment to understand this manifestation in depht, far beyond the styles and manipulations of the power.
Keywords: Arte contemporânea
Vídeo
Artes plásticas
Subject CNPq: CNPQ::LINGUISTICA, LETRAS E ARTES::ARTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais
Department : Escola de Belas Artes
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Dec-1997
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Artes Visuais

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
455882.pdf9,62 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.