Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/10612
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorMaranhão, Cézar Henrique Miranda Coelho-
dc.contributor.authorGonçalves, Amanda Lúcia de Santana-
dc.date.accessioned2019-11-26T15:58:48Z-
dc.date.available2019-11-28T03:00:15Z-
dc.date.issued2016-
dc.identifier.citationGONÇALVES, Amanda Lúcia de Santana. Contrarreforma do Estado: política de assistência social e condições de trabalho dos assistentes sociais no Brasil. 2016. 100 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Serviço Social) - Escola de Serviço Social, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/10612-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectPolítica socialpt_BR
dc.subjectAssistência socialpt_BR
dc.subjectAssistentes sociaispt_BR
dc.titleContrarreforma do Estado: política de assistência social e condições de trabalho dos assistentes sociais no Brasilpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/3107931930999771pt_BR
dc.description.resumoEstudo sobre condições de trabalho e precarização do trabalho do assistente social na política de assistência social. O objetivo foi analisar os impactos da reestruturação produtiva e do neoliberalismo, a partir da década de 1990, para a Administração Pública brasileira e para a política de assistência social, principalmente com o governo de Fernando Henrique Cardoso que criou o Plano Diretor de Reforma do Estado (PDRE). Foram problematizados ainda alguns pontos considerados importantes para a compreensão das transformações ocorridas na estrutura do Estado brasileiro, que foram: as respostas para as expressões da “questão social” pelos governos brasileiros ao longo dos anos 1990 e 2000, o caráter das políticas sociais no Brasil, a organização e execução da Política Nacional de Assistência Social (PNAS-2004) e a Norma Operacional de Recursos Humanos. E por fim, foi realizado o perfil dos assistentes sociais que atuam nos CRAS e CREAS do Brasil a partir de dados divulgados pelo Censo Suas de 2015. Analisamos ainda as tendências sobre o mercado de trabalho dos assistentes sociais brasileiros nessa política.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Serviço Socialpt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::SERVICO SOCIAL::FUNDAMENTOS DO SERVICO SOCIALpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Serviço Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ALSGonçalves.pdf992,12 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.