Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11391
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorAraújo Neto, Waldmir Nascimento de-
dc.contributor.authorSouza, Natália Neves de-
dc.date.accessioned2020-03-02T14:03:00Z-
dc.date.available2020-03-04T03:00:21Z-
dc.date.issued2019-08-18-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/11391-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectEnsino de químicapt_BR
dc.subjectComunicação socialpt_BR
dc.subjectAutismopt_BR
dc.titleEnsino e autismo: vínculos de atenção compartilhada em atividades com uso de material audiovisualpt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/4908905422036211pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9680606890109378pt_BR
dc.contributor.referee1Martinhon, Priscila Tamiasso-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0907008554946779pt_BR
dc.contributor.referee2Abreu, Rozana Gomes de-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8401907110049381pt_BR
dc.description.resumoOs transtornos do espectro autista (TEA) são distúrbios do desenvolvimento neurológico caracterizados pela dificuldade de interação e comunicação social, padrões repetitivos de comportamento, além de diferenças no desenvolvimento intelectual. O diagnóstico, apesar de não ser bem definido, começa na infância e, na maioria das crianças, a causa é desconhecida, mesmo que, em alguns casos, existam evidências de um componente genético. No presente trabalho, retornaremos à relação entre autismo e o potencial do audiovisual para a dinamização de situações que evocam vínculos de atenção compartilhada, característica fulcral na socialização. A abordagem em questão utiliza vídeos em sala de aula e posiciona o professor como responsável pela matriz sonora em todos eles. A metodologia considera a utilização de técnicas de organização de registros para delimitar os atos de fala, gestos e outras manifestações que evoquem situações com vínculos de atenção compartilhada. Neste sentindo, o professor manipula a interação verbal e utiliza a função gestual associada à fala (indexicalidade) como forma de estimular a interação. De acordo com a literatura, não existe unidade nos processos de percepção ou visualização, ao contrário, todos eles pertencem à alteridade. Com relação à inserção de autistas no ambiente escolar regular, estamos cientes de que há um desafio muito grande a ser explorado, tendo em vista, por exemplo, que há pouca ou nenhuma discussão na formação inicial dos professores. Um questionamento que nos cabe é se estamos, verdadeiramente, promovendo inclusão ou se por falta de meios estamos deslocando esses sujeitos mais ainda da sociedade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Químicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::QUIMICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Natália Neves de Souza.pdf425.98 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.