Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/11662
Type: Dissertação
Title: Análise da confiabilidade de estaqueamento através da Teoria Bayesiana
Author(s)/Inventor(s): Nietiedt, Juliano Augusto
Advisor: Almeida, Márcio de Souza Soares de
Co-advisor: Danziger, Bernadete Ragoni
Abstract: Este trabalho consiste em um estudo da aplicação da teoria Bayesiana na atualização da capacidade de carga de um extenso estaqueamento metálico, perfil H, de uma estação de tratamento de esgoto (E.T.E) na cidade de São Gonçalo-RJ. As estacas foram cravadas em perfil de solo estratificado, composto por argila mole fluviomarinha, sobrejacente a camada arenosa densa, terminando em solo residual de gnaisse. As incertezas envolvidas foram modeladas por distribuições de capacidade de carga a priori, de verossimilhança e a posteriori. A distribuição a posteriori é obtida da atualização das capacidades de carga a priori por meio das funções de verossimilhança, que incorporam as informações dos registros de cravação. Foram utilizados dois métodos de cálculo estáticos a priori, AOKI E VELLOSO (1975) e VESIC (1977) e duas fórmulas dinâmicas como função de verossimilhança, a dos dinamarqueses (SORENSEN E HANSEN, 1957) e de ChellisAoki (CHELLIS, 1951; AOKI, 1989), que permitiram estudar a diminuição das incertezas e ganho de confiabilidade com a combinação dos diferentes métodos. Os resultados foram comparados com provas de carga estáticas e ensaios de carregamento dinâmicos. O ganho de resistência com o tempo foi estudado através de comparações da capacidade de carga no momento da cravação e meses após, por diferentes métodos de cálculo. Questões sobre o embuchamento de estacas perfil H cravadas também são abordadas. Os resultados mostraram significativos ganhos de confiabilidade e a ocorrência de efeitos de set-up.
Abstract: This research applies Bayesian updating of a large steel H piling foundation for a Wastewater Treatment Plant in São Gonçalo-RJ. The piles were driven into a stratified soil profile consisting on a very soft superficial clay layer, followed by a fine-to-coarse dense sand followed by silty-sand/sandy-silt gneissic residual soil strata. Uncertainty is modelled by a priori and a posteriori distribution of the piling capacity. The a posteriori distribution is determined by updating the a priori distribution using a likelihood function, which incorporates records obtained during pile driving. Two pile capacity design models, AOKI AND VELLOSO (1975) and VESIC (1977), and two likelihood functions, Danish formula (SORENSEN AND HANSEN, 1957) and Chellis-Aoki formula (CHELLIS, 1951; AOKI, 1989) were used. The results were compared to static and dynamic loading tests. Set-up effects were evaluated by comparisons between pile capacities at the End of Driving and months later, using different approaches. The plugging condition of the tip of H steel piles was also studied. The results demonstrate significant improve in reliability of the entire piling and gain of pile capacity due to setup effects.
Keywords: Engenharia civil
Confiabilidade de estacas
Análise Bayesiana
Estacas metálicas
Set-up
Fórmulas Dinâmicas
Subject CNPq: CNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA CIVIL::GEOTECNICA
Program: Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil
Department : Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Feb-2018
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
886783.pdf5,15 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.