Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12691
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Diálogo entre a Menina Bonita e o Menino Nito: representatividade negra em dois livros de literatura infanto-juvenil
Author(s)/Inventor(s): Pereira, Niuani Mendes
Advisor: Souza, Marta Lima de
Abstract: Este estudo tem como propósito analisar como a representatividade negra se apresenta nos livros literários afro-brasileiros, A Menina Bonita do Laço de Fita (2002) e O Menino Nito (2001), que antecedem a Lei 10.639/03. Para alcançar o objetivo, levantamos questões que nos orientaram: como a representação e identidade dos personagens negros são constituídos nos livros infantojuvenis afro-brasileiros anteriores à legislação antirracista? A literatura infantojuvenil representa o personagem negro pela visão eurocêntrica, estereotipada e desprestigiada? Para o embasamento teórico foram utilizadas contribuições de Araujo (2017) Costa (2016), Cuti (2010), Debus (2017), Feijó (2008), Fernandes (2013) e Zilberman (2003) entre outros que esclareceram a relevância da literatura afro-brasileira na construção de representatividades e identidades. O estudo foi desenvolvido através da pesquisa qualitativa (MOREIRA & CALEFFE, 2008) e o procedimento metodológico utilizado consistiu de uma análise comparativa de dois livros literários afro-brasileiros destinados ao público infantil em diferentes tempos e provenientes de duas autoras brasileiras da literatura infantil. A análise evidenciou que no primeiro livro a temática da questão étnicorracial se perde dentro de uma proposta que caminha para uma perspectiva de miscigenação e a diferença racial transparece generalizada e exótica, enquanto que o segundo livro aborda as possibilidades, representatividades e narrativas que favorecem visibilidades através das imagens que ressaltam a representatividade negra de forma a promover uma relação positiva através das imagens com a população negra. Após a construção dos capítulos teóricos e da análise, podese concluir que a literatura infantojuvenil afro-brasileira interfere na construção de identidades da criança negra e que para compreender a construção da identidade do indivíduo a partir da literatura afro-brasileira, tornou-se necessária a promulgação de uma legislação antirracista de forma que possibilitasse reflexões que rompessem com ideologias fundamentadas em desigualdades etnicorraciais e construísse a partir das histórias literárias afro-brasileiras do passado, um futuro promissor de diversidades e conhecimentos de texto de caráter antirracista.
Keywords: Negros na literatura
Literatura infantojuvenil
Literatura afro-brasileira
Antirracismo
Legislação
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS HUMANAS::EDUCACAO
Production unit: Faculdade de Educação
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: Dec-2019
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Citation: PEREIRA, Niuani Mendes. Diálogo entre a Menina Bonita e o Menino Nito: representatividade negra em dois livros de literatura infanto-juvenil. 2019. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Pedagogia) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.
Appears in Collections:Pedagogia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NPereira.pdf455,44 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.