Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/12907
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSouza, Amanda de Moura-
dc.contributor.authorMansores, Claudia Guimarães de Lima-
dc.date.accessioned2020-08-13T17:53:50Z-
dc.date.available2020-08-15T03:00:17Z-
dc.date.issued2017-12-16-
dc.identifier.citationMANSORES, Claudia Guimarães de Lima. Consumo usual de adoçantes e produtos diet/light em adolescentes brasileiros. 2017. 34 f. Trabalho de conclusão de curso (Graduação em Saúde Coletiva) – Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/12907-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectAdolescentept_BR
dc.subjectDiabetes mellituspt_BR
dc.subjectObesidadept_BR
dc.subjectEdulcorantespt_BR
dc.subjectAdoçantes de mesapt_BR
dc.subjectAlimentospt_BR
dc.titleConsumo usual de adoçantes e produtos diet/light em adolescentes brasileirospt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6482954153867787pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Vasconcelos, Jackeline Christiane Pinto Lobato-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/6709287505525610pt_BR
dc.contributor.referee1Brito, Alexandre dos Santos-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5381961350933486pt_BR
dc.contributor.referee2Bloch, Kátia Vergetti-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/9866070592218801pt_BR
dc.description.resumoIntrodução: O consumo de produtos diet/light ganhou popularidade devido ao seu baixo valor calórico e a percepção de serem mais saudáveis do que os itens ricos em açúcar. No entanto, o impacto do consumo de adoçantes na saúde dos indivíduos ainda não é claro, e alguns estudos apontam que a ingestão de adoçantes artificiais pode estar ligada ao aumento do risco de obesidade e diabetes mellitus. Objetivo: Avaliar o consumo usual de adoçantes e produtos diet/light em adolescentes brasileiros. Métodos: Foram avaliados 36.956 adolescentes de 12 a 17 anos que participaram do Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA, 2013-2014). A frequência de consumo usual de adoçante e produtos diet/light (não consome; 1 a 4 dias/semana; e 5 dias ou mais/semana) e de adoçante isoladamente (sim/não) foram estimadas segundo sexo, faixa etária (12-14 e 15-17 anos), tipo de escola (pública/privada), estado de peso (peso adequado, sobrepeso e obesidade) e resistência à insulina (sim/não). Todas as análises foram realizadas no software SAS 9.3, levando em consideração os fatores de expansão e o desenho amostral. Resultados: A prevalência de consumo usual de adoçantes artificiais foi 12,4%, e cerca de 4% dos adolescentes relataram o consumo de adoçante e produtos diet/light em 5 ou mais dias na semana. Aproximadamente, 13% dos adolescentes apresentavam resistência à insulina elevada e 9 % dos adolescentes eram obesos. A ingestão de adoçantes foi maior em escolas privadas (13,5%) e entre adolescentes que apresentavam resistência à insulina (11,7%). A prevalência de consumo de adoçantes artificiais foi cerca três vezes maior em adolescentes obesos (18,2%) quando comparados com adolescentes eutróficos (5,6%) Resultados similares foram encontrados quando avaliada a frequência de consumo de adoçantes e produtos diet/light. Conclusão: Os adolescentes brasileiros apresentaram elevado consumo de adoçantes e produtos diet/light. A ingestão usual de adoçantes foi maior em adolescentes que frequentavam escolas privadas e associou-se com a resistência à insulina e obesidade.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Estudos em Saúde Coletivapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::MEDICINA PREVENTIVApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Saúde Coletiva

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CGLMansores.pdf145.33 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.