Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1302
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorRett, Lucimara-
dc.contributor.authorBoaventura Neto, Renê-
dc.date.accessioned2017-01-23T17:10:58Z-
dc.date.available2017-01-25T03:00:09Z-
dc.date.issued2014-05-27-
dc.identifier.citationBOAVENTURA NETO, Renê. O vídeoclipe como mídia publicitária. 2014. 57 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2014.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1302-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectCultura de convergenciapt_BR
dc.subjectMídiapt_BR
dc.subjectVideoclipept_BR
dc.subjectCultura participativapt_BR
dc.titleO vídeoclipe como mídia publicitáriapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/1020341783834309pt_BR
dc.contributor.referee1Aragão Júnior, Octavio Carvalho-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/4061559997085242pt_BR
dc.contributor.referee2Santini, Rose Marie-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8757803805826489pt_BR
dc.description.resumoO videoclipe surgiu para auxiliar artistas a promover seus álbuns em vários lugares ao mesmo tempo. Com o surgimento da internet e, posteriormente, da convergência das mídias e da cultura participativa, o consumo de música se voltou para o mercado de nicho em sites de compartilhamento de música de forma gratuita e os videoclipes perderam seu propósito inicial. A partir desse cenário, as gravadoras passaram a usá-los como uma forma não somente de promover os artistas, mas também marcas, rentabilizando o conteúdo de entretenimento. Este estudo tem como objetivo analisar o videoclipe enquanto mídia publicitária. Veremos sua origem, sua história e o que faz dele uma boa estratégia publicitária, observando o emprego de técnicas de Product Placement, Branded Content, entre outros. Para tanto, serão analisados os seguintes videoclipes “Poker Face” de Lady Gaga, “who’s that chic” de David Guetta e Rihanna, “It’s my Party”de Jessie J, “Work B**ch” de Britney Spears, “Rock n Roll” de Avril Lavigne, “Needing/Getting” de OK GO, “Eduardo e Mônica” da Legião Urbana feito para a Vivo e “United Breaks Guitars” de Sons of Maxwell.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Publicidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RBNeto.pdf876.7 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.