Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/13123
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCarvalho, José Luis Felicio dos Santos de-
dc.contributor.authorHalabi, Catarina Zippinotti-
dc.date.accessioned2020-09-29T22:01:26Z-
dc.date.available2020-10-01T03:00:08Z-
dc.date.issued2009-10-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/13123-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMercado brasileiropt_BR
dc.subjectMercado de trabalhopt_BR
dc.subjectDiversidade culturalpt_BR
dc.subjectEnergia brasileirapt_BR
dc.subjectOrganizaçõespt_BR
dc.titleDiversidade cultural nas organizações: um estudo sobre a questão do gênero em uma empresa de energia brasileirapt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8388315009873625pt_BR
dc.description.resumoNas últimas décadas foi possível perceber uma profunda mudança na dinâmica das empresas. Com o surgimento de mercados globalizados, se formaram ambientes propícios para que empresas transnacionais operassem em diferentes países e com isso se deparassem com uma mão-de-obra e clientela de diferentes nacionalidades, etnias e culturas. Além disso, diversos fatores como a Segunda Guerra Mundial, crescimento da economia, avanço da medicina, movimento feminista, entre outros, levaram também as mulheres ao mercado de trabalho. Ao tratar do tema diversidade cultural nas organizações é possível que se esteja falando de uma infinidade de diferentes grupos que normalmente fazem parte de uma minoria, e por razões diversas são tratados de maneira especial pela maioria. Este estudo se propôs a analisar como as mulheres se vêem inseridas atualmente em seu ambiente de trabalho. Buscou saber como elas se sentem em relação à ascensão e crescimento, reconhecimento de seu trabalho e tratamento interpessoal. Para tal, foi realizada uma pesquisa de campo qualitativa através da aplicação de um questionário à mulheres de uma empresa de grande porte do setor de energia. Como principais conclusões verificou-se que a organização pesquisada parece estar na vanguarda em termos de equidade de gênero. Em geral, as mulheres não se sentem discriminadas, não percebem tratamento diferenciado em relação a elas e não acreditam que o fato de serem mulheres influi na posição que ocupam na empresa, quadro bem diferente do que se observou através da pesquisa bibliográfica no mercado de trabalho como um todo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentFaculdade de Administração e Ciências Contábeispt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADASpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Administração

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Monografia Catarina Halabi Final.pdf482.5 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.