Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/1359
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorSerpa, Marcelo Helvecio Navarro-
dc.contributor.authorSantos, Allan Carlos dos-
dc.date.accessioned2017-02-06T16:11:27Z-
dc.date.available2017-02-08T03:00:19Z-
dc.date.issued2016-07-28-
dc.identifier.citationSANTOS, Allan Carlos dos. A espetacularização das eleições contemporâneas na campanha presidencial de Mauricio Macri. 2016. 85 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Publicidade e Propaganda) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/1359-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMarketing políticopt_BR
dc.subjectPropaganda eleitoralpt_BR
dc.subjectCampanha eleitoralpt_BR
dc.titleA espetacularização das eleições contemporâneas na campanha presidencial de Mauricio Macript_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8325860870973642pt_BR
dc.contributor.referee1Cardoso, Monica Machado-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/3192570587798184pt_BR
dc.contributor.referee2Lissovsky, Mauricio-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8617902192670705pt_BR
dc.description.resumoAnalisa o fenômeno da espetacularização nas eleições contemporâneas, trazendo o debate para a campanha de Mauricio Macri nas eleições presidenciais argentinas de 2015. Partimos da hipótese de que o discurso político está sendo desvalorizado e que o processo eleitoral contemporâneo passou a ser regido pelo discurso publicitário, imagético e sedutor. Para verificar se a espetacularização seria uma analogia ao se falar das leis gerais da representação do poder político-eleitoral ou meramente a configuração de alguns casos isolados e específicos, procuramos identificar os artifícios comunicacionais utilizados pelo candidato, as suas estratégias discursivas, além do seu comportamento diante das ações dos concorrentes políticos e dos diversos acontecimentos durante a campanha. Questiona-se: para ganhar o voto dos eleitores argentinos em 2015 a campanha eleitoral de Mauricio Macri teve que necessariamente ser modelada pela ótica da espetacularização e da comunicação publicitária? De que maneira o espetáculo se impõe como uma estratégia da campanha presidencial de Mauricio Macri na Argentina em 2015?pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::RELACOES PUBLICAS E PROPAGANDApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Publicidade

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ASANTOS.pdf3,04 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.