Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/14163
Tipo: Relatório
Título: Para repensar o papel do Estado sem ser um neo-liberal
Autor(es)/Inventor(es): Fiori, José Luís
Resumo: Este texto se propõe colocar alguns elementos para o debate atual em torno à reforma do Estado brasileiro, Retoma as origens keynesianas do intervencionismo contemporâneo e acompanha a trajetória brasileira de implementação do projeto nacional de Industrialização alinhavado nos anos trinta, mas desenhado teoricamente pela CEPAL no final dos anos quarenta. Localiza os estrangulamentos gerados pela própria industrialização e sugere que a crise dos anos oitenta tem sua origem na natureza contraditória do pacto desenvolvimentista, que terminou por estrangular financeiramente o Setor Público, levando ao esgotamento do padrão de desenvolvimento. Conclui sugerindo algumas ideias em torno da inevitabilidade da transformação do Estado como condição de uma nova estratégia de desenvolvimento.
Resumo : Unavailable.
Palavras-chave: Intervenção do Estado
Desenvolvimento econômico
Industrialização
Brasil
Crescimento econômico
Protecionismo
Política industrial
Economic development
Industrialization
Brazil
Industrial policy
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::ECONOMIA::ECONOMIA INDUSTRIAL
Unidade produtora: Instituto de Economia
Editora: Universidade Federal do Rio de Janeiro
In: Texto para discussão
Número: 234
Data de publicação: Mai-1990
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: FIORI, José Luís. Para repensar o papel do Estado sem ser um neo-liberal. Rio de Janeiro: Universidade Federal do Rio de Janeiro, 1990. 24 p. (Texto para discussão, n. 234).
Aparece nas coleções:Relatórios

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
JLFiori.pdf4.59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.