Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/14236
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorCastrodeza, Enrique Mariano-
dc.contributor.authorSimões, Thiago Mesquita-
dc.date.accessioned2021-05-10T01:47:36Z-
dc.date.available2021-05-11T03:00:09Z-
dc.date.issued2014-08-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/14236-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjecttubos cladeadospt_BR
dc.subjectInconel 625pt_BR
dc.subjectfadigapt_BR
dc.subjectcurva S-Npt_BR
dc.titleCurvas S-N da camada de Inconel 625 depositada por soldagem em tubos cladeadospt_BR
dc.title.alternativeS-N curves from the Inconel 625 alloy layer deposited by welding in cladded pipespt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/6918430334105560pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/8101175329582163pt_BR
dc.contributor.referee1Almeida, Luiz Henrique de-
dc.contributor.referee2Bastian, Fernando Luiz-
dc.description.resumoAs ligas resistentes à corrosão (CRA) são aplicadas em diversas áreas da engenharia. No entanto, no setor de óleo e gás destaca-se a utilização da liga Inconel 625 como revestimento anti-corrosivo de tubos e equipamentos offshore aplicada pelo método de soldagem overlay, devido à sua alta resistência à corrosão, boas propriedades mecânicas e boa soldabilidade. O efeito da variação de tensão no topside das plataformas associado ao efeito do meio corrosivo exigem dos materiais empregados boas propriedades à fadiga e à corrosão. Porém, pouco se conhece a respeito das propriedades de fadiga da liga Inconel 625 depositada por soldagem como revestimento para risers. O presente trabalho visa avaliar a resistência à fadiga da liga Inconel 625 através da obtenção de curvas S-N. Os testes de fadiga foram realizados em regime de tração-tração (R = 0,1) ao ar e à temperatura ambiente utilizando corpos de prova retirados da seção revestida por soldagem overlay. Adicionalmente foram realizados testes de tração, dureza, análise química e metalográfica para caracterização do material, assim como uma análise fractográfica dos corpos de prova fraturados. Além das constantes características do modelo de Wöhler do material, determinou-se um limite de fadiga de 363 MPa, resultado similar a resultados da bibliografia.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA DE MATERIAIS E METALURGICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Metalúrgica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10012149.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.