Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/14265
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPacheco, Elen Beatriz Acordi Vasques-
dc.contributor.authorConceição, Ana Luísa de Castro-
dc.date.accessioned2021-05-10T02:17:24Z-
dc.date.available2021-05-11T03:00:09Z-
dc.date.issued2019-03-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/14265-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectMadeirapt_BR
dc.subjectMateriais compósitospt_BR
dc.subjectPolietilenopt_BR
dc.subjectPalmito Pupunhapt_BR
dc.titleEstudo de propriedades térmicas e mecânicas de compósito de polietileno de alta densidade e resíduo do tronco da palmeira de pupunha para uso como madeira plásticapt_BR
dc.title.alternativeStudy of thermal and mechanical properties of high density polyethylene composite and peach palm tree residue for use as plastic wooden
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9542083518570573pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Escócio, Viviane Alves-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/5340547125614205pt_BR
dc.contributor.referee1Sirelli, Lys-
dc.contributor.referee2Pertel, Monica-
dc.description.resumoVisando o desenvolvimento de materiais sustentáveis que reduzam a dependência de combustíveis fósseis, aliado à sua viabilidade econômica, o uso de recursos vegetais se apresenta como alternativa para utilização como reforço em matrizes poliméricas, em substituição às fibras sintéticas. O Brasil se destaca nesse cenário, por possuir vocação econômica agrícola. O objetivo deste projeto foi avaliar, a partir da análise das propriedades térmicas e mecânicas de compósitos formados com fibra proveniente do tronco da palmeira de pupunha e polietileno de alta densidade (HDPE), a viabilidade de sua utilização como madeira plástica na substituição da madeira natural. Foram utilizados elevados teores de fibra (≥ 50% m/m) e os mesmos apresentaram boas propriedades mecânicas. Os resultados obtidos a partir das análises térmicas revelaram que a temperatura de deflexão térmica do compósito formado de HDPE/fibra 50/50% em massa apresentou valor 15% superior ao polietileno puro. Não houve variação das temperaturas de fusão cristalina e cristalização no resfriamento, contudo, houve redução no grau de cristalinidade. A expansão térmica apresentou variação percentual média nos compósitos em relação ao HDPE de -0,4%, -0,5% e 0,1% na largura, comprimento e espessura, respectivamente. Houve elevação do módulo de tração e flexão em relação ao HDPE puro em 50% e 226%, respectivamente. Concluiu-se que a fibra de palmito pupunha apresenta-se como reforço estrutural e que o compósito formado pode atuar como madeira plástica, além de consistir em uma destinação adequada dos resíduos provenientes do cultivo de tal vegetal.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola Politécnicapt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::ENGENHARIAS::ENGENHARIA QUIMICA::TECNOLOGIA QUIMICApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Engenharia Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
monopoli10028641.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.