Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/15007
Tipo: Trabalho de conclusão de especialização
Título: Protagonismo juvenil: análise do projeto Rap da Saúde na perspectiva de jovens e adolescentes participantes da turma de 2018
Autor(es)/Inventor(es): Tasca, Bianca Gonçalves
Orientador: Brandão, Elaine Reis
Resumo: O presente trabalho aborda o projeto Rede de Adolescentes e Jovens Promotores de Saúde (Rap da Saúde), da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, enquanto estratégia de promoção do protagonismo juvenil, na perspectiva de seus participantes. Para tal, realizou-se uma pesquisa documental nos arquivos do projeto, incluindo 150 trabalhos de conclusão de curso dos jovens participantes da turma de 2018, nos quais eles avaliam tal experiência de formação. O material empírico permitiu resgatar a trajetória institucional do projeto Rap da Saúde, desde sua implantação em 2007 até os dias atuais, bem como situar o perfil sociodemográfico dos jovens participantes da turma de 2018 e a sua dinâmica de atuação nos territórios em prol da promoção da saúde. A perspectiva analítica adotada buscou valorizar os relatos juvenis sobre o aprendizado pessoal e profissional conquistados no Rap da Saúde, as dificuldades enfrentadas e o quanto tal vivência em grupo e no contato com profissionais de saúde e diversas instituições sociais os permitiu se tornarem jovens mais auto-confiantes, inseridos em suas comunidades e atentos às necessidades de seus pares. Em suma, o trabalho reflete sobre o processo de amadurecimento pessoal e como cidadão de jovens que tiveram a oportunidade de serem protagonistas de atividades de promoção da saúde em suas respectivas comunidades no município do Rio de Janeiro, enfrentando o desafio de construírem caminhos para uma intervenção criativa junto a temas que interpelam as juventudes contemporâneas, tais como racismo, direitos sexuais e reprodutivos, participação politica, uso de álcool e outras drogas, violências, etc.
Resumo : This work addresses the Adolescents and Young Promoters Network project of Health (Rap da Saúde), of the Municipal Health Department of Rio de Janeiro, as a strategy to promote youth protagonism, from the perspective of their participants. To this end, a documentary research was carried out in the archives of the project, including 150 course completion works by young people participating in the 2018 class, in which they evaluate such training experience. The material empirical study allowed us to rescue the institutional trajectory of the Rap da Saúde project, since its implementation in 2007 to the present day, as well as situating the profile sociodemographic of the young participants of the 2018 class and their dynamics of acting in the territories in favor of health promotion. the analytical perspective adopted sought to value youth reports on personal learning and professional achieved in Rap da Saúde, the difficulties faced and the how much such group experience and in contact with health professionals and various social institutions allowed them to become more self-confident young people, inserted in their communities and attentive to the needs of their peers. In short, the work reflects on the process of personal maturation and as a citizen of young people who had the opportunity to be protagonists of activities of health promotion in their respective communities in the municipality of Rio de January, facing the challenge of building paths for an intervention creative with themes that challenge contemporary youth, such as racism, sexual and reproductive rights, political participation, alcohol use and other drugs, violence, and so on.
Palavras-chave: Adolescente
Saúde coletiva
Educação em saúde
Promoção da saúde
Capacitação profissional
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::SAUDE COLETIVA::SAUDE PUBLICA
Programa: Curso de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva
Unidade produtora: Instituto de Estudos em Saúde Coletiva
Editora: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: 30-Abr-2019
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Citação: TASCA, Bianca Gonçalves. Protagonismo juvenil: análise do projeto Rap da Saúde na perspectiva de jovens e adolescentes participantes da turma de 2018. 2019. 72 f. Trabalho de conclusão de curso (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva) – Instituto de Estudos em Saúde Coletiva, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2019.
Aparece nas coleções:Saúde Coletiva

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
BGTasca.pdf313.44 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.