Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/18704
Type: Trabalho de conclusão de graduação
Title: Patrimônios em disputa : uma análise dos bens tombados na Pequena África, Rio de Janeiro
Author(s)/Inventor(s): Severino, Anthony Matos
Advisor: Santos, Renato Emerson Nascimento dos
Abstract: O presente trabalho é fruto do projeto de pesquisa “Pequena África versus Porto Maravilha: disputas de lugar e resistências ao branqueamento do território”, vinculado ao Núcleo de Estudos e Pesquisas em Geografia, Relações Raciais e Movimentos Sociais (NEGRAM/IPPUR/UFRJ). Este projeto analisa os repertórios de ação das reivindicações e lutas do Movimento Negro contra apagamentos de memórias históricas negras neste território localizado no Centro do Rio de Janeiro, berço da cultura e da sociabilidade negra e popular do passado e do presente. Um desses instrumentos mobilizados pelo movimento social, desde o tombamento da Pedra do Sal pelo INEPAC em 1987, é a patrimonialização de bens vinculados à memória negra. Pela sua importância, tal ferramenta na construção de identidade e representação é reivindicada pelo Movimento Negro e outros atores sociais, que buscam, através da salvaguarda desses patrimônios culturais, o reconhecimento e valorização deste lugar como um território negro de luta antirracista. É a partir disso que surge o objetivo deste trabalho, que buscou investigar nos patrimônios tombados na região, aqueles que se enquadram como patrimônios vinculados à cultura e herança africana e afro-brasileira neste lugar de memória negra. Para isto, foi utilizada como estratégia metodológica uma pesquisa básica, de abordagem quantitativa e qualitativa, com uma classificação quanto aos seus objetivos na forma exploratória e descritiva, procurando através do levantamento, mapeamento, análise cronológica e de conteúdo, atender ao objetivo proposto. Foram analisados 177 bens tombados, que se distribuíram sob a tutela do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (INEPAC) e Instituto Rio Patrimônio Humanidade (IRPH), sendo 11 desses bens (cerca de 9,6%) classificados como patrimônios negros, número aquém do ideal, dada a proporção e a significância da Pequena África e sua rica e importante história. Nesse sentido, coadunando-se ao resultado quantitativo desses patrimônios negros, foram construídos mapas que buscaram apresentar a configuração geral dessa distribuição dos bens tombados neste espaço. Além disso, destacaram-se alguns debates sobre casos específicos desses bens culturais negros levantados, a exemplo da Passarela do Samba e suas tensões, e, por fim, buscou-se adentrar no campo da comparação desses bens negros tombados com os pontos do Circuito Histórico e Arqueológico de Celebração da Herança Africana (Decreto Municipal n° 34.803) e também os pontos do Circuito Histórico da Pequena África (Lei estadual 8.105 de 2018). Caminhamos, a partir desses resultados, para responder a nossa questão/hipótese principal. Compreendendo a partir de Anderson (2008) o censo, mapa e museu como instituições de poder que interligadas são mobilizadas na construção identitária dos Estados de formação colonial, podemos apontar que há nas patrimonializações da Pequena África um processo de branqueamento cultural e da imagem do território (SANTOS et al., 2017), compreendidos como apagamentos de referências vinculadas a grupos não-brancos? Concluímos que sim, sendo este branqueamento territorial um retrato das diversas intervenções e tentativas de apagamento da narrativa e memória negra da região, como citado neste trabalho, principalmente a partir do século XIX até recentemente, com as obras do projeto do Porto Maravilha.
Keywords: Cais do Valongo
Pequena África
Patrimônios negros
Patrimônio cultural
Proteção
Negros
Território
Rio de Janeiro (RJ)
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
Production unit: Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano e Regional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 16-Aug-2022
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Gestão Pública para o Desenvolvimento Econômico e Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AMSeverino.pdf1.57 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.