Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/2772
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorVaz, Paulo Roberto Gibaldi-
dc.contributor.authorMello, Mariana Fonseca Pires de-
dc.date.accessioned2017-09-04T20:26:19Z-
dc.date.available2017-09-06T03:00:21Z-
dc.date.issued2010-12-09-
dc.identifier.citationMELLO, Mariana Fonseca Pires de. O fenômeno midiático das UPPs: análise do discurso do Jornal O Globo sobre a política pública de pacificação das favelas cariocas. 2010. 89 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação - Habilitação em Jornalismo) - Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/2772-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectO Globo (jornal)pt_BR
dc.subjectRepresentações sociaispt_BR
dc.subjectAnálise do discursopt_BR
dc.subjectFavelaspt_BR
dc.titleO fenômeno midiático das UPPs: análise do discurso do jornal O Globo sobre a política de pacificação das favelas cariocaspt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5987778390189807pt_BR
dc.contributor.referee1Bentes, Ivana-
dc.contributor.referee1Latteshttp://lattes.cnpq.br/1298675801318069pt_BR
dc.contributor.referee2Lissovsky, Mauricio-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/8617902192670705pt_BR
dc.description.resumoAnalisa o discurso embutido nas reportagens publicadas na Editoria Rio do Jornal O Globo a respeito das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs). O assunto é recente – a instalação da primeira unidade comemora dois anos no fim de 2010 – e está na ordem do dia, uma vez que, mesmo que a situação de segurança pública do Rio de Janeiro seja oscilante, uma das maiores preocupações da população e do poder público continua a ser a violência urbana carioca. Embora o tema das UPPs se inscreva na editoria de segurança e polícia deste veículo de comunicação, o tom de sua cobertura tem se mostrado bem distinto dos demais episódios de segurança ali noticiados – particularmente, O Globo tem se mostrado menos crítico e bem mais otimista, como vai tentar provar este trabalho. A análise das matérias jornalísticas apóia-se em um panorama atual da situação de segurança pública em âmbito internacional, nacional e no estado do Rio de Janeiro, com dados do Ministério da Justiça e das Nações Unidas; em uma introdução sobre o conceito de policiamento comunitário, com auxílio das idéias do pesquisador Marcos Rolim; na conceituação das UPPs, elaborada pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro; e, finalmente, na contextualização da cobertura midiática do dia-a-dia da segurança pública no Brasil, com base em pesquisas do Centro de Estudos de Segurança e Cidadania (CESeC) da Universidade Cândido Mendes.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentEscola de Comunicaçãopt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS::COMUNICACAO::JORNALISMO E EDITORACAOpt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Comunicação - Jornalismo

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
MMELLO.pdf589.4 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.