Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4065
Type: Dissertação
Title: Composição taxonômica e análise ecológica da ictiofauna da bacia hidrográfica do rio São João, RJ, Brasil
Author(s)/Inventor(s): Bizerril, Carlos Roberto Silveira Fontenelle
Advisor: Caramaschi, Érica Maria Pellegrini
Abstract: Apresentada Informações sobre a composição taxonômica da Ictiofauna do rio São João, RJ. Brasil, juntamente com dados sobre diferentes níveis de interações ecológicas das comunidades ictiicas. Coletas foram realizadas mensalmente no período de Janeiro\92 a dezembro\92 em 6 unidades amostrais fixas, demarcadas ao longo do rio principal e em tributários. Para a captura foram utilizadas rede-de-arrasto manual, tarrafas e peneiras, com esforços amostrais padronizados e constantes. Dados qualitativos complementares foram obtidos em amostragens aleatórias efetuadas em outras 9 unidades amostrais (U.A). As áreas foram caracterizadas considerando a ordem, a largura e a profundidade dos rios, a altitude. a presença de vegetação ripária e a velocidade, o nível e a salinidade da água. Dados pluviométricos foram fornecidos pela Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). Foram analisadas a constância, a abundância relativa, o hábito alimentar e a distribuição micro e meso-espacial das espécies coletadas em amostragens quantitativas. Estudos de comunidades foram elaborados considerando sua organização qualitativa e quantitativa, em plano espaço/temporal, de variáveis taxonômicas e tróficas, utilizando diferentes métodos estatísticos de estimativa de associação. As menores alterações temporais nas características ambientais foram constatadas na unidade amostral demarcada na cabeceira do rio. Alterações mais intensas ocorreram na maioria dos ambientes de baixada e no estuário. Foram amostradas 88 espécies. Dados autoecológicos foram remidos para 73 espécies. Em análise conjugada da variação espacial dos valores de constância e de abundancia relativa, as espécies Microlepidogaster. Parotocinctus maculicauda. Otothyris lophoohanes, Astyanax sp.2 e Astyanax giton foram apontadas como as mais euriécias. Foi observado um padrão que sugere haver segregação espacial por classe de comprimento em Rhamga sp., Pimelodela lateristriga, Astyanax taeriatus. Hypostomus punctatus (nos quais exemplares menores ocorrem em tributários e os maiores no canal principal da bacia). Astyanax sp.2, Astyanax giton. Brvconamericus tenuis e Charadium sp.3 (com espécimes maiores nas cabeceiras e exemplares pequenos nas áreas de baixada). Foram reconhecidas 13 guildas tróficas e identificado o predomínio de formas generalistas. Constatou-se que reduções no gradiente dos rios são acompanhadas por acréscimos no número de espécies, na eficiência de exploração multidimensional dos recursos espaciais e na maior complexidade trófica das comunidades, havendo uma interrupção no processo de incremento na complexidade das comunidades ictiicas devido às elevações nas dimensões gerais dos rios da bacia estudada. Os sistemas situados no trecho superior do rio São João apresentam maior estabilidade faunistica como reflexo da rápida recuperação desse setor das mudanças geradas pelas alterações no regime de chuvas. A pluviosidade foi identificada como o principal agente determinante das mudanças temporais das comunidades.
Abstract: Present informations about the taxonomic composition of the fish assemblages that inhabit the river São João Basin, RJ are presented, together with data concerning different levels of ecological relationships observed in the fish communities. Samples were taken monthly from January/1992 to December/1992 in 6 sample units, which were selected along the river channel and in 3 tributaries. Fishes were captured using manual seine-nets, cast-nets and sieves, with standardized catch efforts. Complementary qualitative data were obtained in random samples carried out in 9 additional sample units. Sample units were characterized considering the order, width, height and depth of the rivers, the presence\absence of riparian vegetation and the water speed, level and salinity. Pluviometric data were furnished by Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM). The constancy, relative abundance, feeding habits and the micro and meso-spatial distribution were analyzed for each species collected in quantitative samples. Community studies were made considering its qualitative and quantitative organization in taxonomic and trophic levels, applying various statistical methods of association. Smallest temporal changes in the environmental condtions were observed ln headwaters whereas severe alterations occurred in most of the low land environments and in the es1uarine reaches. 88 specles were sampled. Auto ecological data were obtained for 73 species. After analyzing together the spatial variation of constancy and relative abundance vatues, Microlepidogaster notatus, parotocinctus maculicauda, Otothyris kophophanes, Astyanax sp.2 e Astyanax giton were identified as the more euryecious taxa. A pattem that suggests the occurrence of spatial segregation by size was observed for Rhamdia sp., Plmeiodella lateristriga, Astyanax taeniatus. Hypostomus punctatus (with smaNest specimens occurring in tributaries whereas the biggest specimens inhabit the main channel), Astyanax sp.2, Astyanax giton, Bryconamencus tenuis e Characidium sp.3 (with largest specimens in the headwaters and smallest specimens in the lowlands). Thirteen trophic guilds were recognized. Most of the species presented generalist habits. A pattem of species richness increase was observed associated with reductions in the river slope. The same process was verified for the increase in the efflciency of the nutidlmensional use of spatlal resources and the ln trophic diversity of the fish assemblages. The contirun of increasing complexity of fish communities was interrupted due elevations in the overal dimensions of the rivers studied. Areas located in the upper sections presented highest faunistic stabillity, reflecting its rapid recuperation after changes produced by the rainfal regime. Pluviosity was identifled as the main ecologlcal factor that is causaly correlated with the community temporal changes.
Keywords: Levantamento ictiofaunístico
Ecologia
Peixes
Bacia do Rio São João
Subject CNPq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS::ZOOLOGIA::TAXONOMIA DOS GRUPOS RECENTES
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Zoologia)
Department : Museu Nacional
Publisher: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Issue Date: 1995
Publisher country: Brasil
Language: por
Right access: Acesso Aberto
Appears in Collections:Zoologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
273693.pdf26,7 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.