Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://hdl.handle.net/11422/4139
Tipo: Trabalho de conclusão de graduação
Título: Caracterização geológica e interpretação de dados U-Pb em grãos de zircão detrítico de rochas metassedimentares na região central de Madagascar
Autor(es)/Inventor(es): Costa, Raisa Lopes
Orientador: Schmitt, Renata da Silva
Coorientador: Collins, Alan Stephen
Resumo: A Orogenia do Leste Africano envolveu a junção de microcontinentes e arcos de ilha neoproterozóicos a blocos cratônicos durante a formação do paleocontinente Gondwana, e se estende da Península Arábica pelo leste africano até a Antártica. A ilha de Madagascar é constituída por um embasamento rochoso pré-cambriano localizado na porção central do Orógeno do Leste Africano, e preserva os registros deste evento tectônico. O presente trabalho aborda uma região central da Ilha de Madagascar e esta inserido no Domínio Itremo-Ikalamavony que é compreendido por rochas paraderivadas de idade pré-cambriana intrudidas por plutons ígneos neoproterozóicos. Este trabalho tem por finalidade corroborar com o entendimento da evolução tectônica da região central de Madagascar através do estudo geológico de proveniência da(s) sequência(s) metassedimentar(es) da região de Ikalamavony. A metodologia envolveu revisão bibliográfica, análise de imagens de satélite e geoprocessamento, e trabalho de campo que resultaram em mapa e seção geológicas na escala 1:25.000, além de descrição petrográfica, preparação de amostras para análise geocronológica pelo método U-Pb em grãos de zircão detrítico e interpretação destas análises. Foram identificadas 8 unidades, incluindo o embasamento do Domínio Antananarivo próximo à área: 1) gnaisses orto e para-derivados do embasamento; 2) quartzito em camadas delgadas; 3) gnaisse fino calcissilicático; 4) quartzito maciço; 5) metagranito fino; 6) meta-quartzo-sienito porfirítico; 7) metaconglomerado e 8) granito fino. A foliação tectônica principal tem um trend preferencial NNW-SSE, com mergulho médio para WSW. As unidades de protólito ígneo intrudem as unidades paraderivadas, com exceção do metaconglomerado. Apesar das rochas para-derivadas apresentarem foliação tectônica e metamorfismo concordante, através de análises U-Pb em grãos de zircão detrítico foi possível aqui distinguir que elas podem pertencer a bacias sedimentares distintas temporalmente e tectonicamente. Foram realizadas datações em três amostras de rochas paraderivadas. Duas amostras apresentam populações de zircão detrítico semelhantes, com idades do Arqueano e do Paleoproterozóico. Estas unidades, gnaisse fino calcissilicático e quartzito em camadas delgadas, são correlacionáveis às rochas paraderivadas do Sub-Domínio Itremo, cuja idade de sedimentação seria 1,8 Ga. A terceira amostra, obtida na unidade metaconglomerado, apresentou uma população predominante do Neoproterozóico, especificamente entre 850-750 Ma, indicando uma contribuição distinta das anteriores. Essa unidade foi correlacionada com o Grupo Molo, do sub-domínio Ikalamavony. Apesar da idade máxima de sedimentação ser 710 Ma nesta amostra, outros trabalhos obtiveram idades mais jovens para essa bacia, cujo intervalo de deposição presumida é de 620-560 Ma. Esses dados corroboram com o modelo tectônico em que as rochas do Sub-Domínio Itremo são depositadas numa margem continental constituindo o embasamento de parte do craton da Tanzânia na África. No Neoproterozóico esse bloco separou-se da África sendo denominado microcontinente Azania (Domínio Antananarivo de Madagascar). A subsequente convergência entre o bloco Azania e o Craton da India (Antongil-Masora/Dharwar) ocasionou a subducção do Oceano de Moçambique. Como produto, o Sub-Domínio Itremo foi intrudido por um arco magmático continental, Suíte Imorona-Itsindro, de 850-750 Ma. A unidade do Grupo Molo é, portanto, produto da erosão deste bloco com embasamento (Sub-Domínio Itremo com Domínio Antananarivo) e arco magmático. A consequente colisão destes blocos no Cambriano gerou as bordas metamórficas aqui datadas nas bordas metamórficas dos grãos de zircão detrítico entre 550-520 Ma. Esse evento gerou metamorfismo de fácies anfibolito em todas as unidades de origem sedimentar e ainda deformação no caráter dúctil. Essa colisão culminou com a formação do continente Gondwana nesta região.
Palavras-chave: Geologia estrutural
Metamorfismo
Ambiente tectônico
Ilha de Madagascar
Assunto CNPq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIA::GEOTECTONICA
Departamento: Instituto de Geociências
Editor: Universidade Federal do Rio de Janeiro
Data de publicação: Jul-2016
País de publicação: Brasil
Idioma da publicação: por
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://hdl.handle.net/11422/4139
Aparece nas coleções:Geologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
COSTA, R.L.pdf6,59 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.