Please use this identifier to cite or link to this item: http://hdl.handle.net/11422/4277
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.advisorPorto, Cláudio Gerheim-
dc.contributor.authorNogueira, Aline da Costa-
dc.date.accessioned2018-07-10T12:42:11Z-
dc.date.available2018-07-12T03:00:17Z-
dc.date.issued2008-02-21-
dc.identifier.urihttp://hdl.handle.net/11422/4277-
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Rio de Janeiropt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.subjectIgarapé Bahiapt_BR
dc.subjectElementos terras raraspt_BR
dc.subjectRegolitopt_BR
dc.titleDistribuição geoquímica dos elementos terras raras no regolito do depósito laterítico de Au do Igarapé Bahia, Parápt_BR
dc.typeTrabalho de conclusão de graduaçãopt_BR
dc.contributor.advisorLatteshttp://lattes.cnpq.br/9314089576626947pt_BR
dc.contributor.authorLatteshttp://lattes.cnpq.br/5865889405780366pt_BR
dc.contributor.advisorCo1Almeida, Cícera Neysi de-
dc.contributor.advisorCo1Latteshttp://lattes.cnpq.br/0878609222243870pt_BR
dc.contributor.referee1Almeida, Cicera Neysi de-
dc.contributor.referee1Lattes: http://lattes.cnpq.br/0878609222243870pt_BR
dc.contributor.referee2Mendes, Julio Cezar-
dc.contributor.referee2Latteshttp://lattes.cnpq.br/2278221700182008pt_BR
dc.description.resumoO depósito laterítico Igarapé Bahia está situado na Província Mineral de Carajás, Pará, Brasil. Este depósito está inserido no Grupo Igarapé Bahia composto por rochas vulcanossedimentares metamorfizadas na fácies xisto verde baixo, agrupadas no Supergrupo Itacaiúnas com idade de 2.75 Ga, que hospeda os maiores depósitos de óxido de ferro-Cu-Au desta província. O depósito está localizado na extremidade norte do corpo de minério conhecido como Acampamento Sul e compreende três zonas de alteração supergênica: a zona saprolitica que vai de 0 a 150m de profundidade; uma zona transicional, de profundidade de 150 a 200m de profundidade e por fim a zona da rocha sã que está a profundidades superiores a 250m. Este trabalho tem por finalidade estudar o comportamento dos ETR no regolito do Igarapé Bahia, comparar com dados da rocha fresca provenientes de publicações anteriores e também analisar os elementos terras raras como farejadores da mineralização. Os padrões dos ETR são semelhantes ao longo das diversas unidades, mostrando uma intensa lixiviação dos ETR. Verifica-se que os teores de ETR diminuem da base para o topo, sendo mais lixiviados nas camadas superficiais, devido maior interação com os agentes de intemperismo.pt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.departmentInstituto de Geociênciaspt_BR
dc.publisher.initialsUFRJpt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::GEOCIENCIAS::GEOLOGIApt_BR
dc.embargo.termsabertopt_BR
Appears in Collections:Geologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
NOGUEIRA, A.C.pdf837,21 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.